UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

26/07/2007 - 11h00

Hedge fund da Austrália é afetado por hipotecas de risco

Por Cecile Lefort

SYDNEY, 26 de julho (Reuters) - Um segundo hedge fund da Austrália foi atingido pela crise no mercado de hipotecas de alto risco dos Estados Unidos. Os resgates em dois fundos foram suspensos para evitar uma saída em massa de investidores.

Com sede em Sydney, a Absolute Capital, metade na mão do banco holandês ABN Amro <AAH.AS>, informou que fechou temporariamente dois fundos com ativos combinados de 200 milhões de dólares australianos (177 milhões de dólares) porque está difícil se desfazer de ativos relacionados a obrigações com dívidas colaterais.

O movimento segue a decisão do hedge fund australiano Basis Capital de suspender os saques em dois de seus fundos e de apontar a Blackstone <BX.N>, dos EUA, como consultora financeira para ajudar a prevenir a venda de seus ativos em grande escala.

Fundos na Ásia podem ser atingidos se as preocupações com o financiamento imobiliário de alto risco nos EUA respingar nos mercados globais de crédito, disse o gestor de hedge funds Michael Nock, da Doric Capital, em Hong Kong.

"Não há dúvida de que há algum risco de contágio", afirmou Nock.

Ao mesmo tempo, a maioria dos hedge funds da Ásia está concentrada no mercado acionário, então o impacto seria limitado, acrescentou ele.

Analistas afirmaram que a exposição direta dos fundos australianos ao mercado imobiliário de alto risco dos EUA é limitada e não deram muita atenção ao risco de disseminação dos problemas.

A Absolute Capital deve registrar desvalorização de 4 a 6 por cento em julho.

Em relatório disponível em seu site, a Absolute Capital afirma acreditar que "o fechamento temporário de seus fundos é a melhor medida de defesa para proteger os interesses de longo prazo dos investidores", dada a falta de liquidez atual de ativos nos fundos.

A crise no mercado de hipotecas de risco dos EUA emergiu depois que os concessores de crédito reduziram as exigências para concessão de empréstimo e os bancos securitizaram essas quantias.

A retração no setor de imóveis norte-americano tem motivado aumento da inadimplência em hipotecas e também uma onda de rebaixamentos nas avaliações de crédito.

Muitas autoridades, incluindo o chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, têm dito esperar que os problemas com o crédito imobiliário de alto risco se dissipem, mas os recentes desenvolvimentos levantaram preocupações de contágio por toda a economia.

(Reportagem adicional de Jeffrey Hodgson)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host