UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

30/07/2007 - 17h45

PANORAMA2-Wall Street dá trégua e mercado brasileiro se anima

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 30 de julho (Reuters) - Após a pior semana em quase cinco anos, as bolsas de valores norte-americanas tomaram fôlego nesta segunda-feira e favoreceram os mercados brasileiros. O principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo avançou 3 por cento e o dólar caiu quase 1 por cento.

"O mercado está dando uma recuperada. Ele estava, definitivamente, baixo demais, disse Manny Weintraub, diretor-gerente da Integre Advisors, em Nova York.

Os principais índices acionários nos Estados Unidos operaram em terreno positivo durante boa parte do dia, apesar de mais notícias negativas sobre o mercado de crédito.

As ações da American Home Mortgage Investment <AHM.N> tiveram negociação interrompida após caírem 39 por cento no pregão eletrônico. A companhia de crédito residencial anunciou "grandes" depreciações de ativos, atrasou dividendos e disse que credores estão pedindo mais dinheiro.

O Ibovespa voltou ao patamar de 54 mil pontos e recuperou parte do terreno perdido na semana passada. O dólar também acompanhou o comportamento de Wall Street e caiu em meio ao fluxo cambial positivo. No mercado de juros, as projeções voltaram a cair com giro menor de contratos na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F).

Na agenda econômica do dia, a inflação pelo IGP-M teve ligeira aceleração em julho, para 0,28 por cento, e o superávit primário do governo central foi de 5,298 bilhões de reais em junho, ante 6,072 bilhões de reais no mesmo período do ano passado.

Veja como encerraram os principais mercados nesta segunda-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 1,877 real, em baixa de 0,95 por cento. O volume no segmento interbancário foi de 3,5 bilhões de dólares.

BOLSA <.BVSP>

O Ibovespa avançou 3,12 por cento, a 54.572 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 3,95 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em alta de 2,66 por cento, aos 29.716 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria dos contratos de depósito interfinanceiro (DI) recuou na Bolsa de Mercadorias & Futuros. O DI janeiro de 2009 fechou em 10,92 por cento, e o DI janeiro de 2010 a 11,02 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia para 128,8 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 6,37 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil cedia 2 pontos, para 210 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 219 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones <.DJI> subiu 0,70 por cento, para 13.358 pontos. O Nasdaq <.IXIC> avançou 0,82 por cento, a 2.583 pontos. O índice S&P 500 <.SPX> teve alta de 1,03 por cento, a 1.473 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, subia e o rendimento recuava a 4,81 por cento no final da tarde ante 4,77 por cento.

(Reportagem adicional de Juliana Siqueira e Angela Bittencourt)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host