UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

01/08/2007 - 15h51

Operadores do mercado de opções celebram volta da volatilidade

Por Doris Frankel

CHICAGO, 1o de agosto (Reuters) - Enquanto Wall Street derramava lágrimas na semana passada, alguns operadores do mercado de opções em Chicago sorriam.

À medida que as ações norte-americanas afundavam e o índice Standard & Poor's 500 <.SPX> registrava a pior queda semanal em quase cinco anos, a volatilidade dos mercados deu a operadores como Brian Stutland uma semana memorável.

Isso porque Stutland negocia futuros e opções do principal termômetro da ansiedade dos investidores de Wall Street, o índice VIX <.VIX>, que calcula a volatilidade do mercado.

Onde Stutland trabalha, a volta da turbulência é vista como um prêmio à medida que a incerteza no mercado acionário é negociada como um ativo.

"A semana passada foi definitivamente uma das melhores semanas que eu já tive comparadas com o último ano de negociações de opções do VIX", disse Stutland, um operador independente do mercado de opções da Cassandra Trading, que atua na Chicago Board Options Exchange (CBOE).

"Não há dúvida de que foi rentável para mim, com a volatilidade voltando com vigor", relatou Stutland à Reuters por telefone.

Volatilidade ainda é o nome do jogo, com o VIX atingindo a maior alta em 52 semanas, a 25,24 nesta quarta-feira. Na véspera, o VIX subiu 12,7 por cento e fechou a 23,52.

A reprecificação do risco reflete-se na alta do VIX, que mede a volatilidade antecipada do mercado com base nos preços de opções do índice S&P 500 <.SPX>.

O indicador tende a aumentar quando o S&P 500 cai, mostrando que os investidores estão dispostos a pagar um prêmio maior para proteger seus ativos com derivativos.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host