UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

06/08/2007 - 09h18

Presidente do Bear Stearns pede demissão

NOVA YORK, 6 de agosto (Reuters) - O co-presidente e co-vice-presidente de operações do Bear Stearns, Warren Spector, pediu demissão no domingo, possivelmente pela crise de risco de crédito que atravessa o banco de investimento.

O Bear Stearns disse que a saída é imediata e que Alan Schwartz é agora o único presidente da companhia.

A saída de Spector acontece após o Bear Stearns, na sexta-feira, ter dito que está lidando com a pior crise nos mercados financeiros em mais de 20 anos, após a agência de classificação de risco Standard & Poor's ter afirmado que os problemas no crédito podem afetar o lucro de bancos de investimento.

O colapso de hedge funds do Bear Stearns provocou turbulências nos mercados de crédito globais e levantou preocupações sobre a capacidade de as empresas financiarem aquisições.

A saída de Spector é um golpe para o Bear porque o executivo era visto como possível sucessor do chairman e presidente-executivo da instituição financeira, James Cayne. Um analista disse que agora Schwartz é o nome forte para suceder Cayne.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host