UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

08/08/2007 - 08h25

PANORAMA1-Agenda externa esfria e dados internos ganham atenção

Por Juliana Siqueira

SÃO PAULO, 8 de agosto (Reuters) - Diante da agenda mais tranquila nos Estados Unidos, dados de inflação e balanços ganham mais atenção no Brasil.

Nos Estados Unidos, o dado mais importante é o relatório de estoques no atacado, mas o mercado deve continuar com o foco nos problemas do setor de crédito, depois que o Federal Reserve não esclareceu muito na terça-feira qual o impacto deles no restante da economia, dizendo apenas que aida vê crescimento moderado à frente.

A autoridade monetária não deu nenhum indício de que pode cortar o juro norte-americano em um futuro próximo. Pesquisa da Reuters após o anúncio do Fed mostrou que os 21 dealers primários vêem manutenção do juro pelo banco central na próxima reunião, em setembro.

Aqui, o mercado acompanhará de perto a divulgação do IPCA, parâmetro para a meta de inflação do BC, dada a expectativa de que o Copom reduza o vigor dos cortes de juro. Analistas esperam que o índice tenha desacelerado em julho [ID:nN07207670].

Antes da abertura do mercado, Gerdau <GGBR4.SA> e Braskem <BRKM5.SA> divulgam o resultado do segundo trimestre. À noite é a vez da GOL <GOLL4.SA> publicar os números do trimestre.

O aumento do lucro e da receita da Cisco <CSCO.O>, divulgados nos Estados Unidos na noite da véspera, podem ter impacto em Wall Street e por tabela, na Bovespa. [ID:nN07234772]. As ações da empresa registraram pouca oscilação no pregão eletrônico.

"Os resultados foram sólidos. A única coisa um pouco negativa parece ter sido a margem bruta, que veio um pouco fraca. Isso pode insinuar alguma pressão de preços", disse Shaw Wu, da American Technology Research.

Para ler a agenda do dia, clique [nN07239664]

Para ver agenda de resultados, clique [nN07242342]

Veja como encerraram os principais mercados naa terça-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar fechou estável, a 1,907 real. O volume no segmento interbancário foi de 3,31 bilhões de reais.

BOLSA <.BVSP>

O Ibovespa subiu 1,34 por cento, a 53.802 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 4,47 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em alta de 0,70 por cento, aos 29.085 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria dos contratos de depósito interfinanceiro (DI) recuou na Bolsa de Mercadorias & Futuros. O DI janeiro de 2009 encerrou a 11,07 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 caiu a 11,24 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia para 131,0 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 6,06 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil cedia 12 pontos, para 188 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 207 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones <.DJI> subiu 0,26 por cento, para 13.504 pontos. O Nasdaq <.IXIC> ganhou 0,56 por cento, a 2.561 pontos. O índice S&P 500 <.SPX> avançou 0,62 por cento, para 1.476 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, recuava e o rendimento subia a 4,77 por cento no final da tarde ante 4,74 por cento na segunda-feira.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host