UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/08/2007 - 15h50

ATUALIZA-Countrywide saca US$11,5 bilhões de linha de crédito

(Texto atualizado com comentários)

Por Jonathan Stempel

NOVA YORK, 16 de agosto (Reuters) - A Countrywide Financial <CFC.N>, maior casa hipotecária dos Estados Unidos, informou nesta quinta-feira ter sacado integralmente uma linha de crédito de 11,5 bilhões de dólares diante da dificuldade de obter recursos de curto prazo em meio às restrições globais de liquidez.

Essa linha, obtida junto a 40 dos maiores bancos do mundo, deve ajudar a empresa a conduzir suas operações diárias e revela como o aperto de liquidez já avançou além do segmento de crédito imobiliário de alto risco (subprime).

Pelo menos dois analistas já levantaram a possibilidade de pedido de concordata da unidade californiana da Countrywide, a Calabasas.

O mercado de derivativos de crédito estava nesta tarde precificando 25 por cento de chances de a Countrywide não honrar as dívidas dos próximos 12 meses, segundo a empresa de pesquisas Credit Derivatives Research.

O custo de garantia das dívidas de um ano da Countrywide com swaps de default de crédito subiram para cerca de 1450 pontos básicos, ou 1,45 milhão de dólares para 10 milhões de dólares, informou Tim Backshall, estrategista-chefe de derivativos da empresa de pesquisas.

"O fato de a Countrywide ter feito isto (sacado a linha de crédito) mostra como os mercados estão desorientados", afirmou Christopher Wolfe, diretor-gerente da agência de classificação de risco Fitch Ratings, que reduziu o rating para os títulos da dívida da empresa de hipotecas.

As ações da Countrywide perdiam mais de 10 por cento pouco antes das 16h (horário de Brasília), cotadas a 18,70 dólares, embora tenham começado o ano a 42,45 dólares.

Hospedagem: UOL Host