UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

22/08/2007 - 16h14

Mercado de hipotecas dos EUA precisa de US$250 bi, diz estudo

NOVA YORK, 22 de agosto (Reuters) - A FBR Research afirmou nesta quarta-feira que entre 150 bilhões e 250 bilhões de dólares de capital permanente são necessários para normalizar os preços do mercado de títulos vinculados a hipotecas nos Estados Unidos.

No entanto, em uma nota para clientes, o braço de pesquisas da empresa de títulos de dívida Friedman, Billings, Ramsey & Co afirmou que o processo levaria até um ano e seria doloroso para os investidores de hipotecas e os geradores desses papéis.

A FBR Research declarou que o novo capital é necessário para compensar a massiva "desalavancagem" que acontece entre as empresas que detêm hipotecas.

Mais de 20 bilhões de dólares em títulos de hipoteca não apoiados pelas empresas de financiamento de hipotecas Fannie Mae <FNM.N> e Freddie Mac <FRE.N> foram oferecidos para venda nos últimos dias.

Os investidores de hipoteca cada vez mais questionam o valor subjacente dos títulos com base em hipotecas devido aos vagos padrões de empréstimos dos geradores dos papéis, que levaram ao aumento da inadimplência. Além disso, muitos economistas esperam que os fracos preços de moradia caiam ainda mais.

O processo de desalavancagem envolveu indistintamente os geradores de títulos e os investidores que venderam grandes quantidades de papéis com base em hipotecas para reduzir os empréstimos líquidos e aumentar a qualidade dos seus portfólios. Isso ajudou a derrubar os preços dos ativos no mercado, particularmente aqueles que não são apoiados por Fannie Mae nem Freddie Mac.

Hospedagem: UOL Host