UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/09/2007 - 12h03

Investimento estrangeiro direto global baterá recorde em 2007

Por Daniel Bases

NOVA YORK (Reuters) - O fluxo de investimento estrangeiro direto no mundo atingirá o recorde de 1,47 trilhão de dólares em 2007, finalmente se recuperando da crise sofrida pelo mercado em 2000, antes de cair no ano que vem, devido à recentes turbulências financeiras, mostrou um pesquisa nesta quarta-feira.

Diferente de 2000, o crescimento do investimento direto deve se recuperar, mas em ritmo menor, para 1,6 trilhão de dólares até 2011, de acordo com levantamento da Unidade de Inteligência Econômica do Programa em Investimento Internacional da Universidade Columbia.

O ritmo de crescimento menor no investimento entre 2009 e 2011 ocorrerá devido à turbulência do mercado criada pela crise do crédito, um ambiente regulatório mais duro e aumento dos riscos políticos.

"(A desaceleração) é em grande parte resultado da turbulência do mercado financeiro e da incerteza relacionada a ela. Mas o aumento do sentimento de protecionismo certamente tem papel importante por causa de um crescente ceticismo em direção a fusões e aquisições entre fronteiras", disse Karl Sauvant, diretor-executivo da unidade à Reuters.

As fusões e aquisições entre países são a fonte primária de investimento estrangeiro direto.

De acordo com a pesquisa, esses tipos de investimento estrangeiro direto, cresceram mais de 50 por cento em relação ao ano anterior, no primeiro semestre de 2007, ajudado pelo caixa alto dos fundos de private equity.

"Entretanto, a volatilidade do mercado financeiro terá efeito negativo na atividade de fusões e aquisições no segundo semestre de 2007 e em 2008", afirma o levantamento.

O investimento estrangeiro direto global somou 1,335 trilhão de dólares em 2006, 37,4 por cento acima do ano anterior.

Os Estados Unidos permanecerão o principal receptor de investimento estrangeiro direto global entre 2007 e 2011, apesar do crescente sentimento de protecionismo, apontou a pesquisa.

O segundo maior receptor é o Reino Unido, seguido da China.

Hospedagem: UOL Host