UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/09/2007 - 08h15

PANORAMA1-Mercado busca respostas em comentários do Fed

Por Juliana Siqueira

SÃO PAULO, 18 de setembro (Reuters) - O mercado financeiro vai parar às 15h15 desta terça-feira, numa das mais esperadas decisões do Federal Reserve em anos.

A grande maioria está precificando um corte de 0,25 ponto percentual no juro norte-americano, o primeiro desde meados de 2003, mas alguns acreditam em maior agressivadade do BC dos Estados Unidos.

A possibilidade de um corte de 0,5 ponto, no entanto, abre margem para a interpretação de que o Fed estaria agindo para socorrer investidores que tomaram decisões arriscadas.

Há grande expectativa também pelos comentários da autoridade monetária, diante das incertezas do mercado sobre o impacto da crise global de crédito na maior economia do mundo.

Outro ponto bastante aguardado é o balanço do Lehman Brothers <LEH.N>, que abre a temporada de resultados de bancos de investimento no terceiro trimestre, quando a crise de crédito começou a se intensificar. A divulgação está prevista para 9h (horário de Brasília).

Na segunda-feira o Bank of America, segundo maior banco dos Estados Unidos, admitiu que a recente volatilidade do mercado terá "impacto significativo" no resultado do terceiro trimestre de seu banco corporativo e de investimento.

A agenda norte-americana inclui ainda o relatório de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês), que ocorre um dia depois de o ex-chairman do Fed dizer que o BC precisa ser cauteloso porque as forças globais que têm mantido a inflação controlada estão desaparecendo.

Diante de tudo isso, o relatório de vendas no varejo brasileiro de julho certamente ficará em segundo plano.

Para ler a agenda do dia, clique [nN18221834]

Veja como encerraram os principais mercados na segunda-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 1,921 real, em alta de 1,0 por cento. O volume no segmento interbancário foi de 1,89 bilhão de dólares, ante média diária de cerca de 2 bilhões de dólares na semana passada.

BOLSA <.BVSP>

O Ibovespa recuou 0,60 por cento, a 54.340 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 5,92 bilhões de reais, já contabilizado o exercício de opções.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em baixa de 1,66 por cento, aos 29.049 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria dos contratos de depósito interfinanceiro (DI) subiu na Bolsa de Mercadorias & Futuros. O DI janeiro de 2009 fechou a 11,58 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 avançou a 11,78 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia para 132,8 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,77 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil tinha alta de 2 pontos, para 200 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 222 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones <.DJI> recuou 0,29 por cento, para 13.403 pontos. O Nasdaq <.IXIC> perdeu 0,79 por cento, a 2.581 pontos. O índice S&P 500 <.SPX> caiu 0,51 por cento, para 1.476 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, recuava levemente e o rendimento subia a 4,47 por cento no final da tarde ante 4,46 por cento na sexta-feira.

(Reportagem adicional de Silvio Cascione)

Hospedagem: UOL Host