UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

02/10/2007 - 17h47

PANORAMA2-Investidores fazem pausa e realizam lucros

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 2 de outubro (Reuters) - Os mercados financeiros interromperam a escalada das últimas sessões e aproveitaram a agenda vazia para fazer ajustes nesta terça-feira, com queda da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) e alta do dólar.

A baixa da bolsa paulista foi concentrada nas ações da Vale do Rio Doce <VALE5.SA>, que teve o maior giro de negócios. A mineradora, que ultrapassou a Petrobras em valor de mercado, é a bola da vez entre os investidores e havia disparado mais de 6 por cento no pregão anterior.

O movimento das ações brasileiras acompanhou os ajustes no exterior. O índice Dow Jones, que também vinha de recordes, teve baixa de 0,29 por cento.

"Basicamente, me parece que estamos vendo apenas uma simples realização de lucros", disse Michael Metz, estrategista-chefe de investimentos da Oppenheimer & Co.

A correção foi favorecida pela agenda esvaziada. Nesta terça-feira, o único dado mais relevante mostrou que as vendas pendentes de moradias nos Estados Unidos tiveram queda de 6,5 por cento em agosto. Com isso, o indicador atingiu o pior nível da série histórica, iniciada em janeiro de 2001, pela Associação Nacional dos Corretores de Imóveis.

O mercado de câmbio também seguiu o movimento de ajustes, e o dólar teve valorização em relação ao real e a outras moedas, como o euro e o iene. No Brasil, a moeda norte-americana havia fechado na segunda-feira no menor valor desde agosto de 2000.

O mercado de juros também parou para tomar fôlego, e o giro de negócios diminuiu na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F). O leilão de NTN-B (título atrelado ao IPCA) feito pelo Tesouro vendeu 59 por cento de seis vencimentos oferecidos na primeira etapa.

Veja como encerraram os principais mercados nesta terça-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 1,825 real, em alta de 0,83 por cento. O volume no segmento interbancário foi de 2,384 bilhões de dólares.

BOLSA <.BVSP>

O Ibovespa recuou 0,52 por cento, a 62.017 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 6,5 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em queda de 0,59 por cento, aos 34.594 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) encerraram a sessão na Bolsa de Mercadorias & Futuros sem tendência comum. O DI janeiro de 2009 avançou a 11,210 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 subiu para 11,230 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, avançou para 134,438 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,54 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil recuou 3 pontos, para 170 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 201 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones <.DJI> caiu 0,29 por cento, para 14.047 pontos. O Nasdaq <.IXIC> avançou 0,22 por cento, a 2.747 pontos. O índice S&P 500 <.SPX> fechou praticamente estável, com oscilação negativa de 0,03 por cento, para 1.546 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, subiu e o rendimento cedeu a 4,53 por cento no final da tarde.

(Reportagem adicional de Juliana Siqueira e Angela Bittencourt)

Hospedagem: UOL Host