UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

07/01/2008 - 09h27

Wall Steet está mais pessimista sobre perspectivas de lucro

NOVA YORK, 7 de janeiro (Reuters) - Analistas de Wall Street têm se tornado mais pessimistas sobre os lucros das empresas dos Estados Unidos para o quarto trimestre e reduziram suas previsões de resultados corporativos para o primeiro e o segundo trimestres de 2008, segundo uma pesquisa da Reuters Estimates revelada segunda-feira.

O estudo --realizado logo após uma leva de fracos dados econômicos e anúncios de baixas contábeis por bancos-- mostra que analistas esperam que os lucros das empresas que têm ações no índice Standard & Poor's 500 caiam 8,4 por cento no quarto trimestre ante o mesmo período de 2006.

A nova estimativa é pior que a queda de 6,1 por cento no lucro na comparação anual prevista uma semana antes. No início de outubro, o mercado esperava expansão de 11,5 por cento no lucro do quarto trimestre das empresas no S&P 500.

Para o primeiro e o segundo trimestres deste ano, analistas estimam agora crescimento de 4,7 por cento e 4,6 por cento no lucro das companhias, respectivamente, de acordo com o analista sênior de mercado da Reuters Estimates Ashwani Kaul. Há uma semana essas estimativas eram de expansão de 5,1 por cento e 5 por cento, e em outubro estavam em avanço de 11,4 por cento e de 9,4 por cento.

As expectativas são de que o pior desempenho no quarto trimestre de 2007 na comparação anual venha do setor financeiro, cujos lucros devem cair 62 por cento.

Já o setor de tecnologia deve ser o mais forte, com um crescimento de 23 por cento no lucro na mesma base de comparação.

Na semana passada, os mercados acionários em todo o mundo foram derrubados por dados mostrando forte aumento do desemprego dos EUA. Na sexta-feira, o índice S&P 500 caiu 2,46 por cento, para 1.411 pontos. Ações de tecnologia lideraram a baixa, enquanto setores defensivos como os de utilidades públicas, remédios e alimentos mostraram resistência, sugerindo que os investidores estão se preparando para tempos econômicos mais difíceis.

(Reportagem de Ritsuko Ando)

Hospedagem: UOL Host