UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/02/2008 - 08h00

PANORAMA1-Dados dos EUA e decisões sobre carne e algodão em foco

SÃO PAULO, 15 de fevereiro (Reuters) - A temperatura da economia norte-americana ainda concentra a atenção dos investidores.

Nesta sexta-feira, entre vários dados esperados nos Estados Unidos, destaque para a produção industrial de janeiro e uma leitura preliminar da confiança do consumidor em fevereiro.

Os indicadores serão cruciais para determinar o humor dos mercados financeiros antes do final de semana --e de um feriado nos EUA na segunda-feira.

Na Bolsa de Valores de São Paulo, relatório do Morgan Stanley pode dar fôlego ao mercado. A corretora elevou a recomendação de ações brasileiras de "underweight" (abaixo do mercado) para "equalweight" (desempenho em linha com a média).

Em 17 de dezembro, quando o Morgan Stanley cortou a indicação de ações brasileiras para "underweight", o Ibovespa <.BVSP> caiu 4 por cento em 1 sessão, também influenciada por temores de que a crise global do crédito originada nos Estados Unidos contaminasse a economia real.

COMMODITIES E ENERGIA

Duas decisões internacionais são esperadas pelo mercado de commodities brasileiro nesta sexta-feira.

A primeira tem relação com a carne bovina: se a União Européia aceitará ou não uma lista preparada pelo governo brasileiro das propriedades que estariam habilitadas, em termos de rastreabilidade, a fornecer gado para frigoríficos exportarem o produto in natura.

Em janeiro, a UE rejeitou uma lista do governo brasileiro, que agora foi obrigado a reduzir o tamanho da relação.

Outra decisão virá de Genebra, sede da Organização Mundial de Comércio (OMC), que julgará um processo movido pelo Brasil contra os subsídios dos Estados Unidos ao algodão.

Veja como encerraram os principais mercados na quinta-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar encerrou em alta de 0,40 por cento, a 1,751 real. O volume no segmento interbancário foi de 6,65 bilhões de dólares.

BOLSA <.BVSP>

O Ibovespa caiu 1,23 por cento, para 61.818 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 5,3 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros caiu 1,50 por cento, para 36.003 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria dos contratos de depósito interfinanceiro (DI) fechou em leve alta na BM&F. O DI janeiro de 2010 subiu a 12,38 por cento, mas o DI janeiro de 2009 cedeu levemente para 11,69 por cento ao ano.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, recuava para 132,563 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,62 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil cedia 1 ponto, a 257 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 276 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones <.DJI> baixou 1,40 por cento, para 12.376 pontos. O Nasdaq <.IXIC> caiu 1,74 por cento, aos 2.332 pontos. O índice S&P 500 <.SPX> perdeu 1,34 por cento, a 1.348 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, recuava e o rendimento subia para 3,85 por cento no final da tarde.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

(Por Daniela Machado, Cesar Bianconi e Marcelo Teixeira; Edição de Vanessa Stelzer)

Hospedagem: UOL Host