UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

07/03/2008 - 18h46

PANORAMA2-Recessão dá as caras nos EUA e abala mercados

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 7 de março (Reuters) - O mercado de trabalho dos Estados Unidos continuou murchando em fevereiro e tirou nesta sexta-feira a dúvida de muitos analistas sobre a realidade de uma recessão na maior economia do mundo.

Segundo o Departamento de Trabalho, foram fechados 63 mil postos de trabalho nos Estados Unidos no mês passado --maior queda desde março de 2003.

"Não houve nada de bom no relatório de hoje. Mesmo as revisões foram para o lado errado", disse Tom Sowanick, vice-presidente de investimentos da Clearbook Financial, em Princeton, New Jersey.

A notícia derrubou as bolsas de valores para o fechamento mais baixo em 19 meses e levou junto o rendimento dos títulos do Tesouro norte-americano. Aumentou ainda a certeza entre investidores de que haverá um novo corte dos juros na próxima reunião do Federal Reserve.

"A única questão é se o corte vai ser de 0,5, 0,75 ou de 1 ponto percentual", acrescentou Sowanick.

O banco central norte-americano, antes da divulgação dos dados, anunciou medidas para conter a tensão nos mercados de crédito. Entre elas está o aumento do volume em duas operações de injeção de capital chamadas Term Auction Facility (TAF).

"O aumento desses instrumentos sugere que, primeiro, os bancos estão usando o programa e, segundo, que os bancos precisam do dinheiro", complementou.

Veja como encerraram os principais mercados nesta sexta-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 1,684 real, em alta de 0,24 por cento. O volume do segmento interbancário foi de 4,61 bilhões de dólares.

BOLSA <.BVSP>

O Ibovespa fechou em queda de 1,76 por cento, a 61.867 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 5,1 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros caiu 2,31 por cento, aos 36.622 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) fecharam em alta na BM&F. O DI janeiro de 2009 subiu para 11,90 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 avançou a 12,74 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, recuou para 133,188 por cento do valor de face no início da noite, oferecendo rendimento de 5,49 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No início da noite, o risco Brasil subia a 267 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 293 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones <.DJI> caiu 1,22 por cento, a 11.893 pontos. O Nasdaq <.IXIC> recuou 0,36 por cento, para 2.212 pontos. O índice S&P 500 <.SPX> teve desvalorização de 0,84 por cento, aos 1.293 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, avançava e o rendimento caía para 3,55 por cento no início da noite.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

(Reportagem adicional de Aluísio Alves; Edição de Alexandre Caverni)

Hospedagem: UOL Host