UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

31/03/2008 - 17h31

PANORAMA2-Mercado tem sessão tranquila após trimestre turbulento

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 31 de março (Reuters) - O final de março reservou poucas emoções para o mercado, depois de um primeiro trimestre de volatilidade e agravamento da crise global de crédito.

As bolsas de valores fecharam em alta nos Estados Unidos, reagindo a um indicador melhor que o esperado sobre a atividade no Meio-Oeste do país. O desempenho animou a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), que chegou a operar em baixa com a queda de commodities como o petróleo.

Mas o pregão relativamente calmo foi ofuscado pelas perdas acumuladas no trimestre. Nesse período, o índice Dow Jones caiu mais de 7 por cento e o termômetro tecnológico Nasdaq despencou 14 por cento.

A fragilidade do sistema financeiro com as perdas hipotecárias incentivou o Tesouro dos Estados Unidos a estudar medidas para aperfeiçoar a regulamentação do mercado. O secretário Henry Paulson anunciou nesta segunda-feira detalhes do plano, que aumentaria a autoridade do Federal Reserve para atuar pela estabilidade do mercado.

No cenário interno, o mercado mostrou que aposta na alta da Selic. No relatório Focus do Banco Central, a projeção para a taxa básica de juro no final deste ano deixou de indicar manutenção em 11,25 por cento e passou a sinalizar aumento para 12,0 por cento. Isso deu gás às projeções de juros na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F).

Veja como encerraram os principais mercados nesta segunda-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 1,753 real, em alta de 0,52 por cento. O volume no segmento interbancário foi de 2,74 bilhões de dólares.

BOLSA <.BVSP>

O Ibovespa subiu 0,85 por cento, a 60.968 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 4,79 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em alta de 0,67 por cento, aos 35.148 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) fecharam em alta na BM&F. O DI janeiro de 2009 subiu a 12,38 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 avançou a 13,27 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, avançava para 133,875 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,37 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil subia 2 pontos, a 280 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 306 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones <.DJI> registrou alta de 0,38 por cento, a 12.262 pontos. O Nasdaq <.IXIC> avançou 0,79 por cento, para 2.279 pontos. O índice S&P 500 <.SPX> subiu 0,57 por cento, aos 1.322 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, subia e o rendimento recuava para 3,43 por cento no final da tarde ante 3,44 por cento na sexta-feira.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

(Reportagem adicional de Aluísio Alves e Vanessa Stelzer; Edição de Daniela Machado)

Hospedagem: UOL Host