UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

03/04/2008 - 16h09

JURO-Taxas caem com movimento técnico e aperto fiscal

SÃO PAULO, 3 de abril (Reuters) - As projeções de juros terminaram a quinta-feira em baixa, em razão de um movimento técnico e da aposta de que o corte orçamentário que o governo está desenvolvendo resulte em uma aperto monetário mais ameno.

Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) janeiro de 2009 <0#2DIJ:> recuou de 12,33 por cento para 12,29 por cento. O DI janeiro de 2010, que teve o maior giro nesta sessão, caiu de 13,17 por cento para 13,12 por cento.

"É a questão fiscal que está pegando no mercado ainda", disse Flávio Serrano, economista-chefe da López León Markets, referindo-se aos planos do governo de realizar um corte no Orçamento.

"Não que isso (corte de despesas) iniba o Banco Central de subir juros, mas contribui para que suba menos. E também aumenta a perspectiva de grau de investimento para o Brasil, em um cenário de menos curto prazo. Por isso as taxas mais longas estão caindo mais."

Na véspera, o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, disse à Reuters que o governo deve anunciar esta semana um corte de despesas orçamentárias entre 14 bilhões e 20 bilhões de reais.

Operadores também notaram um movimento técnico, com os investidores aproveitando ganhos em operações focadas na curva de juros.

TÍTULOS PÚBLICOS

O Tesouro Nacional vendeu 3,5 milhões dos 4,05 milhões de títulos federais prefixados ofertados em leilão na quinta-feira e as taxas caíram.

As 3 milhões de LTNs foram vendidas, com taxa máxima de 12,62 por cento para o vencimento abril de 2009 e de 13,26 por cento para o vencimento julho de 2010. O Tesouro vendeu 400 mil papéis de NTN-F com vencimento em janeiro de 2012, a 13,27 por cento, e 100 mil títulos para janeiro de 2014, à taxa de 13,24 por cento. A liquidação será feita na sexta-feira.

No mercado aberto, o BC recolheu 15,139 bilhões de reais dos bancos, pagando 11,19 por cento. O dinheiro será devolvido no dia seguinte.

(Reportagem de Vanessa Stelzer; Edição de Cláudia Pires)

Hospedagem: UOL Host