UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

04/04/2008 - 07h44

PANORAMA1-Mercado de trabalho traz pistas sobre economia dos EUA

SÃO PAULO, 4 de abril (Reuters) - Após sinais contraditórios sobre o mercado de trabalho norte-americano, os dados sobre postos de trabalho que o governo divulga nesta sexta-feira vão concentrar a atenção dos mercados. Analistas esperam o fechamento de 60 mil vagas em março, que se seguirá ao fechamento de 63 mil postos em fevereiro.

Nesta semana, dois dados de emprego --um do setor privado e outro derivado dos pedidos de auxílio-desemprego-- vieram com resultados opostos. Se confirmada a queda dos postos de trabalho, esta será mais uma evidência de desaquecimento da economia e poderá reforçar as previsões de mais corte do juro.

"A contração do mercado de trabalho nos EUA é um dos fatores que deve reduzir o consumo das famílias no início deste ano e levar o país a um período curto de recessão até meados do terceiro trimestre", avaliou Miriam Tavares, diretora de câmbio da AGK Corretora.

No Brasil, a história é outra. O principal indicador do dia, da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), deve mostrar que o mercado interno continua forte e comprando carros. "Deverá ser apurado um novo recorde (de vendas e produção) em março", previu a Tendências Consultoria em relatório.

Para a agenda de indicadores do dia, clique [nN03216419]

Veja como encerraram os principais mercados na quinta-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 1,718 real, em queda de 0,58 por cento. O volume do segmento interbancário foi de 1,325 bilhões de dólares.

BOLSA <.BVSP>

O Ibovespa subiu 1,28 por cento, a 64.175 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 5,6 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em alta de de 1,11 por cento, aos 37.622 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria dos contratos de depósito interfinanceiro (DI) fechou em baixa na BM&F. O DI janeiro de 2009 caiu a 12,29 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 recuou a 13,12 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subiu para 134,313 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,31 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil a 262 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 287 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones <.DJI> subiu 0,16 por cento, a 12.626pontos. O Nasdaq <.IXIC> subiu 0,08 por cento, para 2.363 pontos. O índice S&P 500 <.SPX> subiu 0,13 por cento, aos 1.369 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, subiu e o rendimento caiu para 3,58 por cento no final da tarde.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

(Por Vanessa Stelzer; Edição de Daniela Machado)

Hospedagem: UOL Host