UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

23/04/2008 - 14h32

ANÁLISE-Corte de imposto na China pode fazer bolsa subir 20%

Por Samuel Shen

XANGAI, 23 de abril (Reuters) - Um corte no imposto sobre operações na bolsa chinesa nesta quarta-feira deve pôr fim a um período de seis meses de mercado em queda e elevar o preço das ações em mais de 20 por cento nas próximas semanas, segundo analistas e gestores de fundos.

A redução no imposto, de 0,3 para 0,1 por cento, vai produzir pouca diferença nos custos de investimentos em geral, exceto para investidores mais ativos em operações de curto prazo. Mas os investidores chineses formam suas opiniões a partir das medidas do governo, um legado da história chinesa em que a economia tem comando estatal.

Pela sinalização de que as autoridades locais querem ajudar o mercado --em que o principal índice <.SSEC> despencou 51 por cento desde o recorde alcançado em outubro--, o corte de impostos é apontado como gatilho para levar o dinheiro de volta ao mercado de ações.

Com a medida, a alíquota volta para o nível onde estava em maio do ano passado, de onde subiu em meio aos esforços do governo para conter a especulação no mercado de ações.

"O governo está preocupado com a possibilidade de que uma queda mais acentuada do mercado possa provocar um efeito em cadeia, incluindo instabilidade social e danos à economia real", disse Zhang Yang, estrategista da Orient Securities.

A expectativa de analistas do mercado é de que a medida leve o índice Shangai de volta para patamar superior a 4 mil pontos. Li Xianming, estrategista da Ping An Securities, acredita que o índice pode superar 4.500 pontos.

O índice avançou fortemente entre junho de 2005 e outubro do ano passado, enquanto milhões de chineses entraram no mercado pela primeira vez, atraídos por lucros espetaculares de empresas e por reformas na estrutura de controle das companhias.

Mas o ciclo de valorização do mercado, um dos mais significativos da história, foi interrompido de forma abrupta no ano passado, à medida que investidores começaram a se queixar de alta demasiada, do aumento da inflação e de muitos lançamentos de ações novas.

Hospedagem: UOL Host