UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

28/04/2008 - 08h04

PANORAMA1-Fed rouba atenção na semana, Focus é destaque no dia

SÃO PAULO, 28 de abril (Reuters) - Antes de sair para o final de semana prolongado pelo Dia do Trabalho, o mercado brasileiro vai conhecer a avaliação do Federal Reserve sobre o quão ruim está a economia norte-americana e que tamanho de corte de juro é necessário para salvá-la.

Outros indicadores são aguardados --como o Focus, IGP-M, resultado primário e balanços corporativos no Brasil e PIB e postos do trabalho nos Estados Unidos--, mas é a reunião do Fed de 29 e 30 de março que concentrará as atenções.

A última pesquisa da Reuters, divulgada em 4 de abril, apontou que todos os 17 dealers primários de Wall Street consultados prevêem mais um corte de juro neste mês, sendo que 11 estimavam uma baixa de 0,50 ponto percentual e 6 apostavam em 0,25 ponto.

Nesta segunda-feira, o Banco Central brasileiro poderá ver se seu aumento mais agressivo de juros e os comentários da ata já teve impacto sobre as previsões de inflação do mercado, que encontram-se em 4,71 por cento, acima do centro da meta do ano.

POLÍTICA

Pesquisa CNT/Sensus divulga na segunda-feira a avaliação do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seu desempenho pessoal. Na última sondagem, em fevereiro, Lula teve o melhor desempenho desde sua primeira posse no cargo, em 2003. A pesquisa avaliará também a preferência dos eleitores para a sucesão presidencial em 2010.

COMMODITIES E ENERGIA

Informações sobre a oferta de alimentos no Brasil, a crescente demanda internacional por produtos agrícolas, as polêmicas envolvendo os biocombustíveis, entre outros temas, serão focados a partir desta segunda-feira na 15a Agrishow de Ribeirão Preto (SP), maior evento do setor agrícola na América Latina, um termômetro de como andam os negócios do setor.

Na terça-feira, por exemplo, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulga na feira a primeira estimativa da produção nacional de cana em 2008/09.

Para a agenda de indicadores do dia, clique [nNxxxxxx]

Veja como encerraram os principais mercados na sexta-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 1,667 real, em baixa de 0,18 por cento. O volume do segmento interbancário foi de 3,751 bilhões de dólares.

BOLSA <.BVSP>

O Ibovespa subiu 0,95 por cento, a 65.187 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 6,26bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em alta de 0,71 por cento, aos 39.690 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria dos contratos de depósito interfinanceiro (DI) fechou em alta Na BM&F. O DI janeiro de 2009 subiu a 12,71 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 se manteve em 13,67 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, recuou para 134,250 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,28 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil recuou a 224 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 261 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones <.DJI> avançou 0,33 por cento, a 12.891 pontos. O Nasdaq <.IXIC> caiu 0,25 por cento, para 2.422 pontos. O índice S&P 500 <.SPX> subiu 0,65 por cento, aos 1.397 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, recuou e o rendimento subiu para 3,88 por cento no final da tarde.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

(Reportagem de Vanessa Stelzer; Edição de Cláudia Pires)

Hospedagem: UOL Host