UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/05/2008 - 08h11

PANORAMA1-Inflação dos EUA concentra atenções

SÃO PAULO, 14 de maio (Reuters) - As atenções dos mercados nesta quarta-feira estarão nos Estados Unidos e seus números de inflação ao consumidor, que seguem pressionados pelos maiores custos de energia e alimentos. No Brasil, a agenda de indicadores é nula.

A previsão para os preços ao consumidor norte-americano (CPI na sigla em inglês) é de alta de 0,3 por cento em abril, segundo pesquisa da Reuters, mesmo ritmo do aumento de março.

O prognóstico para o núcleo, que exclui alimentos e energia, é de avanço de 0,2 por cento em abril, também similar ao do mês anterior.

"O patamar elevado dos preços das commodities... está se tornando um desafio às políticas monetárias das principais regiões do globo, em um momento em que o enfraquecimento da atividade global em decorrência da crise financeira norte-americana requer a continuidade do processo de afrouxamento dos juros", disse Miriam Tavares.

"E, nesta semana, a inflação ao consumidor de abril nos Estados Unidos, pode reforçar esses temores, fazendo com que aumente ainda mais a cautela dos investidores e a volatilidade nos mercados financeiros globais."

Pela manhã, o Banco do Brasil <BBAS3.SA> divulgou um salto de 66,6 por cento em seu lucro do primeiro trimestre, para 2,3 bilhões de reais.

Veja como encerraram os principais mercados na terça-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 1,657 real, em baixa de 0,48 por cento. O volume do segmento interbancário foi de 4,707 bilhões de dólares.

BOLSA <.BVSP>

O Ibovespa subiu 0,12 por cento, a 70.503 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 6,2 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em alta de 0,56 por cento, aos 42.236 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) fecharam em queda na BM&F. O DI janeiro de 2009 caiu a 13,02 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 recuou a 14,20 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, caía a 136 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,015 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil recuava 9 pontos, a 207 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 255 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones <.DJI> perdeu 0,34 por cento, a 12.832 pontos. O Nasdaq <.IXIC> subiu 0,27 por cento, para 2.495 pontos. O índice S&P 500 <.SPX> baixou 0,04 por cento, aos 1.403 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, recuava e o rendimento subia para 3,92 por cento no final da tarde.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

(Reportagem de Vanessa Stelzer; Edição de Alberto Alerigi Jr)

Hospedagem: UOL Host