UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/05/2008 - 16h00

Órgão americano investiga agências de classificação de risco

Por Sudip Kar-Gupta

PARIS, 26 de maio (Reuters) - A Securities and Exchange Commission (SEC, órgão americano equivalente à brasileira Comissão de Valores Mobiliários) está analisando o trabalho das três principais agências de classificação de risco, depois da maneira como atuaram na crise do "subprime" e da informação de falhas no computador da Moody's.

"Nós enviamos cartas para Moody's, Standard & Poor's e Fitch pedindo que nos dêem retorno sobre os aspectos de sua metodologia", afirmou Erik Sirri, diretor da área de operações e mercados da SEC.

"Nós pedimos a elas que expliquem as políticas e procedimentos usados para detectar erros nos 'ratings' de produtos financeiros estruturados e nos contem sobre qualquer erro que encontraram nos últimos quatro anos, incluindo os passos que seguiram para corrigir o problema."

As agências de "rating" têm enfrentado críticas por não alertar antecipadamente sobre uma série de escândalos de dívida corporativa e também por suas notas a produtos complexos que foram fortemente atingidos por moratórias em hipotecas de alto risco nos Estados Unidos.

Mais cedo, o presidente da SEC, Christopher Cox, disse à Reuters que o órgão regulador tinha começado a analisar as possíveis falhas de computador na Moody's .

O jornal britânico "Financial Times" informou na semana passada que a Moody's tinha conferido por engano nota "AAA" a vários produtos de dívida, devido a um erro nos seus modelos de software.

"Nós temos uma ampla jurisdição para investigar isso", afirmou Cox. "No dia 11 de junho, a SEC vai propor formalmente novas regras relacionadas à avaliação de risco de crédito pelas agências de 'rating'."

Cox está participando da edição 2008 de uma conferência internacional das comissões de valores mobiliários, em Paris.

A Moody's disse que fez avaliação para 44 tranches de conhecida como CPDO, no valor de US$ 4 bilhões. A agência informou ter contratado o escritório de advocacia Sullivan & Cromwell para conduzir uma investigação e descobrir o erro no modelo de um programa de computador que a levou a conceder uma nota quatro degraus acima do que o produto realmente merecia.
Hospedagem: UOL Host