UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

27/08/2008 - 07h29

PANORAMA1-Deflação no IGP-M e Orçamento de 2009 estão no radar

SÃO PAULO, 27 de agosto (Reuters) - O IGP-M de agosto, com possibilidade de mostrar deflação, o resultado fiscal do país em julho e os principais números do Orçamento de 2009 são os destaques da agenda doméstica nesta quarta-feira.

Analistas consultados pela Reuters esperam que o Índice Geral de Preços do Mercado aponte a primeira leitura negativa mensal desde o início de 2006, de 0,18 por cento, depois da alta de 1,76 por cento em julho.

A notícia pode aliviar os contratos futuros de juros, que vêm resistindo à desaceleração de outros indicadores de inflação e se mantendo em alta na maioria dos últimos pregões.

Para o setor público consolidado, a expectativa de economistas é de superávit primário de 11,9 bilhões de reais. O desempenho do governo central (Tesouro, Previdência e Banco Central), divulgado na véspera, foi superavitário em 7,065 bilhões de reais em julho --acima do registrado em igual período do ano passado, mas abaixo da cifra de junho.

À tarde, o ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Paulo Bernardo, divulga detalhes do Orçamento Geral da União para o ano que vem.

Pelas indicações recentes, o governo pretende manter a meta de superávit primário em 3,8 por cento do PIB mas, a exemplo do que já anunciou para 2008, quer direcionar a economia excedente para o fundo soberano.

Para a agenda do dia, clique [nN27364007]

Veja como encerraram os principais mercados na terça-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 1,632 real, com variação negativa de 0,06 por cento. O volume no segmento interbancário foi de 2,69 bilhões de dólares.

BOLSA <.BVSP>

O Ibovespa recuou 0,22 por cento, a 54.358 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 3,27 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em baixa de 0,21 por cento, aos 32.625 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) fecharam divididos na BM&F. O DI janeiro de 2009 manteve-se em 13,88 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 caiu a 14,68 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia para 131,94 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,43 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil caía 1 ponto, a 246 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 309 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones <.DJI> subiu 0,23 por cento, a 11.412 pontos. O Nasdaq <.IXIC> perdeu 0,15 por cento, para 2.361 pontos. O índice S&P 500 <.SPX> exibiu alta de 0,37 por cento, aos 1.271 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, mostrava estabilidade, com rendimento de 3,78 por cento no final da tarde.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

(Por Daniela Machado; Edição de Renato Andrade)

Hospedagem: UOL Host