! Cetip chegará à Bovespa com capital pulverizado - 02/09/2009 - Reuters - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

02/09/2009 - 17h14

Cetip chegará à Bovespa com capital pulverizado

Por Aluísio Alves

SÃO PAULO (Reuters) - A Cetip, maior depositária de títulos privados de renda fixa da América Latina, oficializou nesta quarta-feira os planos de abrir o capital por meio de uma oferta pública inicial de ações, processo que a levará à Bovespa com capital pulverizado.

A operação, que consiste apenas na emissão secundária de papéis, será conduzida pelo Itaú BBA, em parceria com UBS Pactual, Bradesco BBI, Santander e Credit Suisse.

O principal acionista da Cetip é o Advent International, fundo de private equity que comprou 30 por cento da companhia em maio por 360 milhões de reais. Essa fatia subiu para 32,1 por cento, segundo o prospecto da oferta de ações enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Outros acionistas com mais de cinco por cento do capital da empresa, listados no documento, são o Itaú Unibanco, com 9,9 por cento, e o Bradesco, que possui fatia de 6,8 por cento.

O prospecto preliminar indica que, após a oferta, a companhia terá o capital pulverizado em bolsa. O estatuto social define que qualquer acionista que pretenda adquirir ou se tornar titular de participação igual ou superior a 15 por cento deverá obter autorização prévia da CVM.

PLANOS GIGANTESCOS

A Cetip se apresenta com cerca de 2,7 trilhões de reais de ativos sob custódia, sendo 2,3 trilhões de reais em ativos de renda fixa e 402 bilhões em derivativos de balcão sob custódia.

A companhia oferece serviços de registro, custódia, negociação eletrônica, gestão de garantias, compensação e liquidação de mais de 50 tipos de ativos, incluindo debêntures e CDBs.

O grupo fechou o primeiro semestre com receita líquida de 98,7 milhões de reais, um crescimento de 60 por cento em relação ao mesmo período do ano passado. Na mesma base de comparação, o lucro evoluiu 21,6 por cento, para 41,3 milhões de reais no semestre.

Criada em 1986 em parceira do Banco Central com instituições privadas, a Cetip tornou-se uma companhia de capital privado há um ano, quando seu conselho aprovou a desmutualização e um processo de abertura de capital.

No ano passado, a venda de parte do capital por meio de oferta pública de ações chegou a ser cogitada, mas os planos foram suspensos devido à intensificação da crise internacional.

A companhia oferece serviços de custódia, negociação eletrônica e liquidação financeira para cerca de 8,5 mil clientes, incluindo bancos, corretoras, seguradoras, gestoras de recursos e fundos de pensão.

De acordo com informações do prospecto preliminar da oferta, o mercado brasileiro de renda fixa, embora venha crescendo ao passo de 10 por cento ao ano, representa apenas 22 por cento do PIB.

Projeção da consultoria Oliver Wyman indica que esse percentual deve chegar a 37 por cento do PIB até 2014. Nos EUA, esse percentual é de 160 por cento do PIB.

(Edição de Cesar Bianconi)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host