! Eventual negócio entre Pilgrim's e JBS seria aprovado--analistas - 03/09/2009 - Reuters - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

03/09/2009 - 19h13

Eventual negócio entre Pilgrim's e JBS seria aprovado--analistas

Por Bob Burgdorfer e Diane Bartz

CHICAGO (Reuters) - Um dia depois da divulgação da notícia de que o frigorífico brasileiro JBS poderia adquirir o produtor norte-americano de carne de frango Pilgrims's Pride, analistas disseram que esse negócio seria possível, podendo ser aprovado pelas autoridades antitruste se for confirmado.

Reportagens publicadas na quarta-feira indicaram que o JBS estava prestes a adquirir a Pilgrim's Pride por mais de 2 bilhões de dólares. O JBS negou as especulações, e a Pilgrim's Pride não quis comentar.

Analistas dizem que a eventual transação seria aprovada pelas autoridades norte-americanas porque o JBS não está presente no mercado avícola norte-americano.

O frigorífico tem participação apenas no setor de carne bovina e suína nos EUA.

Dessa forma, a eventual compra não alteraria o número de empresas do mercado avícola nos EUA, nem afetaria a participação de cada uma delas no mercado.

"Eu ficaria surpreso se isso fosse alvo de muita avaliação", disse Richard Brosnick, advogado em Nova York especializado em questões de cartéis.

"Não parece que a presença do JBS nos Estados Unidos seja tão grande."

Outro advogado especializado nesses assuntos, Andre Barlow, disse igualmente acreditar que o Departamento de Justiça dos EUA aprovaria o negócio. "A carne não é intercambiável. Carne bovina é um mercado, porco é um mercado, frango é um mercado", disse ele.

"Eu ficaria muito surpreso se isso enfrentasse algum escrutínio antitruste sério", disse John Briggs, especialista do escritório jurídico Axinn Veltrop Harkrider LLP, prevendo a aprovação pelas agências federais antitruste dos EUA.

PREÇO RAZOÁVEL

Os observadores do setor também se mostraram de acordo com o suposto valor superior a 2 bilhões de dólares da transação.

"Eles poderiam pagar os títulos e notas e ainda dar um par de milhões (de dólares) ao Bo (Pilgrim, presidente da Pilgrim's Pride)", disse o economista Paul Aho, da consultoria do setor avícola Poultry Perspective.

Como os setores norte-americanos de pecuária e avicultura tiveram prejuízos no último ano nos EUA, devido à redução nas vendas e ao preço elevado da ração e dos combustíveis, várias empresas estariam no ponto para serem vendidas, segundo Ron Plain, economista agrícola da Universidade do Missouri.

A Pilgrim's Pride entrou em recuperação judicial no final de 2008 por causa desses fatores e também por causa das dívidas acumuladas com a compra, no final de 2006, da Gold Kist Inc..

"Há várias firmas de pecuária e avicultura que perderam muito dinheiro e estão maduras para a compra", disse Plain.

Mas a ideia de que o JBS, que é primariamente uma empresa voltada para a carne bovina, possa comprar uma empresa do setor de frangos ainda intriga muita gente.

"Estou surpreso com esta potencial manobra do JBS, porque eles sempre deram a indicação de que vão se voltar primariamente para o setor da carne bovina", disse Steve Kay, editor da publicação Cattle Buyers Weekly. "Comprar uma companhia de frangos extremamente grande lhes deixaria totalmente fora da zona de conforto em termos operacionais."

As ações da Pilgrim's Pride fecharam em alta de 5,24 por cento, cotadas a 5.42 dólares no mercado Pink Sheet. No Brasil, as ações do JBS tiveram alta de 1,8 por cento.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host