! Índice europeu de ações tem 3a alta, puxado por commodities - 08/09/2009 - Reuters - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

08/09/2009 - 13h07

Índice europeu de ações tem 3a alta, puxado por commodities

LONDRES (Reuters) - O principal índice de ações da Europa terminou em alta pela terceira sessão consecutiva nesta terça-feira, com as ações ligadas a commodities em valorização ancorada na firmeza dos preços do petróleo e dos metais.

Além disso, atividades de fusão e aquisição impulsionaram papéis do setor de telecomunicações.

O índice FTSEurofirst 300, referência das principais bolsas europeias, subiu 0,2 por cento, para 977 pontos, tendo oscilado entre 982 e 974 pontos durante o pregão.

O indicador avançou 51 por cento desde que atingiu a mínima histórica no início de março, mas ainda acumula baixa de 16 por cento ante os níveis de meados de setembro de 2008, antes do colapso do Lehman Brothers.

O FSTEurofirst 300 operou brevemente em território negativo após o Conference Board, grupo privado de pesquisa, ter informado que seu índice de emprego recuou para 88,1 em agosto, ante leitura revisada de 88,2 em julho. O dado inicial de julho era de 88,3 e apontava um mercado de trabalho estável para o restante do ano.

"Os dados de emprego dos EUA são significativos, conforme aqueles que estão desempregados não devem encontrar emprego e não têm dinheiro para gastar, enquanto aqueles que têm trabalho estarão economizando", afirmou David Buik, sócio da BGC Partners.

"Isso é significativo para o mercado, já que os gastos no varejo são 70 por cento do Produto Interno Bruto (PIB). Isso pode ser devastador", acrescentou ele.

Na Europa, as mineradoras apresentaram um dos melhores desempenhos, sustentadas pela alta dos preços dos metais, com o ouro negociado acima da barreira psicológica de mil dólares a onça.

Anglo American, Antofagasta, BHP Billiton, Eurasian Natural Resources Corporation, Rio Tinto e Xstrata avançavam de 1,7 a 3,7 por cento.

No setor de telecomunicações, Deutsche Telekom e France Telecom ganhavam 1,8 e 1,7 por cento, respectivamente.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 0,29 por cento, a 4.947 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX ganhou 0,33 por cento, para 5.481 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 subiu 0,22 por cento, para 3.660 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib recuou 0,09 por cento, para 22.542 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 cedeu 0,19 por cento, para 11.366 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 perdeu 0,1 por cento, para 7.924 pontos.

(Reportagem de Joanne Frearson)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host