! Repique nas commodities leva Bovespa a novo pico em 2009 - 08/09/2009 - Reuters - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

08/09/2009 - 17h50

Repique nas commodities leva Bovespa a novo pico em 2009

Por Aluísio Alves

SÃO PAULO (Reuters) - Um repique nos preços de commodities alçou o principal índice brasileiro de ações para a terceira alta seguida, que o levou a novo pico em 2009.

O rali já nos ajustes fez o Ibovespa fechar o dia valorizado em 2,12 por cento, aos 57.854 pontos, nova máxima de fechamento desde julho de 2008. O giro financeiro da sessão totalizou 4,55 bilhões de reais.

"Teve o noticiário lá fora positivo e a escalada das commodities, que provocaram um oba-oba aqui", disse Luiz Roberto Monteiro, assessor de investimentos da corretora Souza Barros.

Ato contínuo ao movimento generalizado de queda do dólar frente às principais moedas internacionais, as cotações de matérias-primas subiram forte, sob liderança do petróleo, cujo preço do barril superou os 71 dólares.

Na Bolsa de Nova York, o índice Dow Jones avançou 0,59 por cento, também ancorado no otimismo com a aposta na volta das fusões e aquisições, depois que a Kraft lançou uma oferta para compra da Cadbury.

A bolsa paulista, muito mais vulnerável à flutuação dos preços das commodities, subiu com mais força. O setor doméstico que mais se beneficiou desse movimento foi o ligado a metais.

Em destaque, MMX disparou 7,8 por cento, para 9,78 reais. Bradespar, braço de participações do Bradesco que tem uma fatia na Vale, deu um salto de 6 por cento, para 30,90 reais.

Essas companhias estiveram relacionados a notícias veiculadas na mídia dando conta de que o empresário Eike Batista, dono da MMX, estaria negociando uma fatia do capital da Vale hoje detida pela Bradespar. Consultado, o Bradesco disse que não iria se manifestar sobre rumores de mercado.

O papel preferencial da Vale cresceu 2,3 por cento, cotado a 33,79 reais, no dia em que a mineradora lançou uma emissão externa de 10 anos no valor de 1 bilhão de dólares.

O papel preferencial da Petrobras ganhou 1,1 por cento, a 32,88 reais. Pela manhã, o UBS Pactual liberou relatório reiterando recomendação de compra para a companhia.

Embora setores como o de siderurgia e de construção civil tenham também aparecido entre os destaques positivos do dia, o Ibovespa teve alta em 60 das 65 ações que compõem a carteira.

A 66a ação, do Banco Nossa Caixa, foi eliminada da carteira nesta sessão, informou a Bovespa, depois do resultado da oferta pública de aquisição realizada na sexta-feira, que teve aval de 97 por cento dos acionistas. A participação do ativo foi redistribuído proporcionalmente entre os demais.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host