! Ibovespa retoma os 58 mil pontos com Vale e Petrobras - 10/09/2009 - Reuters - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

10/09/2009 - 17h56

Ibovespa retoma os 58 mil pontos com Vale e Petrobras

Por Stella Fontes

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa retomou o patamar dos 58 mil pontos nesta quinta-feira, em jornada marcada principalmente pelos ganhos das blue chips. Em linha com o desempenho positivo em Wall Street, a bolsa paulista marcou nova máxima no ano, cravando a quinta alta consecutiva.

Encerrada a sessão de negócios regulares, o índice mostrou valorização de 1,08 por cento, aos 58.535 pontos, também o maior nível de pontuação desde julho do ano passado. O giro financeiro da sessão ficou em 5 bilhões de reais.

No início do dia, o Ibovespa chegou a transitar em terreno negativo, mas reverteu a tendência com a melhora em Nova York. O Dow Jones, que começou a sessão em leve queda, fechou em alta de 0,84 por cento.

Dados positivos da economia norte-americana, a valorização das commodities no front internacional, a queda nos juros futuros e alguma liquidez no cenário doméstico, segundo profissionais do mercado financeiro, explicam o desempenho positivo da bolsa paulista nas últimas sessões.

"As bolsas nos Estados Unidos melhoraram e as commodities mostraram força à tarde, dando fôlego extra ao Ibovespa", afirmou o economista Fausto Gouveia, da Legan Asset Management.

As ações preferenciais de Vale fecharam com alta de 1,93 por cento, a 34,40 reais. Conforme Gouveia, as ações romperam um importante nível técnico, em 34,00 reais --e também foram beneficiadas pela melhora no mercado de metais.

Ainda no terreno da Vale, os papéis da Bradespar, que tem importante participação no bloco de controle da mineradora, encerraram a sessão com alta de 0,91 por cento, a 31,18 reais, após terem exibido queda superior a 3 por cento mais cedo.

As ações foram influenciados pela notícia de que o Bradesco rejeitou uma proposta do empresário Eike Batista para compra da participação acionária que o banco tem na mineradora, conforme publicou o jornal "O Estado de S.Paulo".

Já as preferenciais de Petrobras tiveram valorização de 1,03 por cento, a 33,34 reais, em sintonia com os ganhos no mercado de petróleo.

Dentre os maiores ganhos do índice, destaque para as ações da Oi --as ordinárias ganharam 5 por cento, a 38,25 reais, e as preferenciais subiram 4,49 por cento, a 32,24 reais.

Conforme analista que acompanha o setor, a oferta da Vivendi pela GVT chamou a atenção de investidores para empresas de telecom. "Ganharam os papéis da Oi, que estavam muito descontados", afirmou sob a condição de não ser identificado.

Dentre as poucas baixas do índice figuraram empresas de construção civil e as aéreas.

(Edição de Aluísio Alves)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host