! Bolsas da Ásia terminam sem tendência com feriado no Japão - 23/09/2009 - Reuters - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

23/09/2009 - 08h09

Bolsas da Ásia terminam sem tendência com feriado no Japão

Por Eric Burroughs

HONG KONG, 23 de setembro (Reuters) - As bolsas de valores da Ásia terminaram sem direção comum nesta quarta-feira, em sessão marcada por um baixo volume de negócios. Tóquio não operou pelo terceiro dia consecutivo por feriado.

O dólar, considerado um refúgio em momentos de aversão a risco, recuou para a mínima em um ano frente a uma cesta com as principais moedas, enquanto participantes do mercado digeriam dados de crescimento econômico surpreendentemente fortes na Nova Zelândia.

Mesmo que a maioria das commodities tenha registrado perdas, a fraqueza do dólar sustentou os preços do petróleo e dos metais, elevando as ações de companhias ligadas a recursos naturais na região.

"É uma mistura de otimismo sobre o crescimento global e os preços das commodities mais fortes, o que é particularmente bom para a Austrália", disse Tom Elliott, gerente de fundo de investimento da MM&E Capital.

A bolsa de SYDNEY subiu 1,51 por cento, para 4.734 pontos, superando o desempenho dos demais mercados da região, conduzida por ações atreladas a commodities. A mineradora global BHP Billiton, maior do mundo, apresentou oscilação positiva de 1 por cento.

Tal avanço levou o índice MSCI que reúne as principais ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão a atingir o maior patamar em 13 meses. Às 7h24 (horário de Brasília), o indicador ganhava 0,29 por cento, para 394 pontos.

Muitos investidores aguardam a decisão do Federal Reserve sobre a taxa básica de juro do país e uma possível suspensão das medidas emergenciais adotadas para fortalecer a economia em meio à crise financeira. O resultado será conhecido mais tarde nesta quarta-feira.

O mercado de CINGAPURA subiu 0,01 por cento, enquanto TAIWAN cedeu 1,24 por cento e SEUL caiu 0,43 por cento.

As ações negociadas em XANGAI recuaram 1,89 por cento, ainda pressionadas por preocupações sobre uma excessiva oferta de ações após uma série de ofertas públicas iniciais previstas.

Além disso, traders começaram a realizar lucros antes de um feriado nacional de uma semana na China a partir de 1o de outubro.

"As pessoas (em Wall Street) ainda estão cautelosas, e então nós apenas seguiremos esta postura. Não veremos movimentos agressivos de negociação", afirmou Alex Wong, diretor da Ample Finance Group, em Hong Kong.

O índice de HONG KONG perdeu 0,49 por cento, para 21.595 pontos, após atingir o nível mais alto em 13 meses, de 21.700 pontos, na semana passada.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host