! Entradas levam dólar a menor nível em pouco mais de 1 ano - 23/09/2009 - Reuters - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

23/09/2009 - 16h40

Entradas levam dólar a menor nível em pouco mais de 1 ano

Por José de Castro

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar caiu frente ao real nesta quarta-feira e renovou a mínima em pouco mais de um ano, por conta de ingressos de recursos no mercado local e perspectivas de mais entradas no curto prazo.

No fechamento, a moeda norte-americana caiu 0,67 por cento, a 1,787 real na venda, menor patamar desde 12 de setembro do ano passado. Na mínima da sessão, a divisa chegou a ceder para 1,783 real.

"Teve bastante entrada de dólares. A expectativa de mais ingressos com as captações e ofertas de ações previstas e o comunicado do Fed no meio da tarde também ajudaram", afirmou o economista-chefe da Corretora Souza Barros, Clodoir Vieira.

Prova dos ingressos é que o déficit no fluxo cambial brasileiro caiu para 978 milhões de dólares nos 18 primeiros dias de setembro, ante 1,768 bilhão de dólares entre os dias 1o e 11 deste mês, segundo dados do Banco Central.

O BC também informou a compra em setembro de 2,274 bilhões de dólares em operações liquidadas até dia 18.

A manutenção das entradas de recursos é apontada como um dos fatores que têm ajudado na apreciação do real frente ao dólar.

Mas, a despeito dos ingressos no mercado local, o diretor-executivo e economista da NGO Corretora de Câmbio, Sidnei Moura Nehme, não vê sustentação do câmbio abaixo de 1,80 real, especialmente por conta da influência de bancos no mercado futuro.

"Entendemos que o preço do dólar no mercado de câmbio brasileiro está dado entre 1,80 real até um pico de 1,90 real, pouco provável de ser atingido", considerou em relatório.

Na véspera, segundo dados da BM&FBovespa, as instituições bancárias carregavam 718 milhões de dólares em posições compradas no mercado de dólar futuro e cupom cambial (DDI), o que, na prática, revelam apostas na alta da moeda dos EUA. Por outro lado, os investidores estrangeiros sustentavam 189 milhões de dólares em exposição vendida.

O tom positivo do comunicado do Federal Reserve ajudou a ampliar a queda do dólar num primeiro momento. O Fed manteve o juro básico perto de zero e avaliou que a economia dos Estados Unidos já está em recuperação.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host