! BCs mundiais reduzem injeção de dólar no mercado - 24/09/2009 - Reuters - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

24/09/2009 - 13h48

BCs mundiais reduzem injeção de dólar no mercado

Por Mark Felsenthal

WASHINGTON (Reuters) - Os principais bancos centrais anunciaram nesta quinta-feira planos de desacelerar as injeções maciças de dólares no sistema bancário, à medida que os mercados financeiros se estabilizam.

O Federal Reserve informou que vai começar a desacelerar os leilões de curto prazo no início de 2010, enquanto o Banco Central Europeu (BCE), o banco central suíço e o britânico afirmaram que vão reduzir medidas tomadas para garantir a liquidez em dólar.

As ações conjuntas sinalizam uma retirada gradual das medidas extraordinárias tomadas por bancos centrais ao redor do mundo para sustentar bancos e mercados financeiros durante a pior crise desde a Grande Depressão.

"Esses programas emergenciais de financiamento fizeram sua parte para estabilizar os mercados de crédito", afirmou Alex Roever, estrategista do J.P. Morgan Securities, em Nova York.

A decisão conjunta foi feita no momento em que os líderes do G20 se reúnem em Pittsburgh para discutir o pós-crise. A expectativa é de que eles se comprometam em coordenar a retirada dos estímulos econômicos.

Analistas disseram que o movimento mostra que os bancos centrais vêem menos pressão sobre os bancos por dinheiro de curto prazo, mas não deve ser visto como o início da retirada do estímulo de política monetária para economias que continuam frágeis.

"Isso não é parte da estratégia de retirada (de estímulos) em si", afirmou Chris Rupkey, economista do Bank of Tokyo/Mitsubishi UFJ, em Nova York. "É apenas reconhecer que os bancos têm menos necessidade de liquidez."

O Fed disse que irá reduzir o tamanho e os vencimentos dos leilões, mas que manterá os leilões de dinheiro de curto prazo do Term Auction Facility (TAF) até janeiro.

"Esse esquema é consistente com a intenção... de gradualmente retirar esses instrumentos em resposta à contínua melhora dos mercados", afirmou o Fed em comunicado.

O banco central dos Estados Unidos acrescentou que ajustou os leilões para levar em consideração pressões de mercado do fim do ano. O Fed irá reduzir o tamanho dos leilões de 84 dias para 50 bilhões de dólares em outubro e para 25 bilhões de dólares em novembro e dezembro.

O Fed também informou que irá considerar a adoção de algum tipo de instrumento de leilão permanente para recursos de curto prazo.

O BCE disse que irá diminuir a liquidez em dólar para apenas recursos de uma semana. A entidade afirmou que continuará fornecendo recursos em dólar até janeiro de 2010, mas que suspenderá as operações de 84 dias após uma última operação desse tipo marcada para 6 de outubro. Se necessário, o banco retomará a operação no futuro.

O Banco da Inglaterra disse que suspenderá as operações em dólar de três meses após a última prevista para 6 de outubro, mas continuará oferecendo recursos em dólar de 7 dias até janeiro de 2010.

O banco central da Suíça anunciou que continuará oferecendo liquidez de 7 dias em dólar e manterá a oferta, até janeiro de 2010, de swaps de 7 dias entre euros e francos, mas que suspenderá as operações de liquidez de 84 dias em dólar.

(Com reportagem adicional de Krista Hughes, Fiona Shaikh, Sven Egenter, Ellen Freilich e Richard Leong)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host