! Hypermarcas anuncia compra da Pom Pom por R$300 milhões - 01/10/2009 - Reuters - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

01/10/2009 - 20h04

Hypermarcas anuncia compra da Pom Pom por R$300 milhões

SÃO PAULO (Reuters) - A Hypermarcas anunciou nesta quinta-feira que fechou um acordo para comprar a Pom Pom e suas subsidiárias por 300 milhões de reais, marcando a chegada do grupo de bens de consumo ao setor de produtos descartáveis de higiene pessoal.

"A Pom Pom é uma excelente forma de entrada nesse mercado, pois nos posiciona como a empresa líder no segmento de fraldas geriátricas com a marca BigFral, ao mesmo tempo em que nos proporciona enorme potencial de crescimento no segmento infantil com a marca Pom Pom", afirmou o presidente-executivo da Hypermarcas, Claudio Bergamo, em comunicado.

A Pom Pom, que conta com um faturamento anualizado de 250 milhões de reais, com base no resultado do primeiro semestre, também atua em absorventes femininos, entre outros segmentos.

Já a Hypermarcas, fundada em 2000, consolida algumas das principais marcas de diversos setores do mercado de consumo, como Assolan, Monange, Paixão, Risqué, Lucretin, Benegrip, Apracur, Doril, Lisador, Engov, Gelol, Zero-Cal, Bozzano e Cenoura & Bronze.

O grupo brasileiro já vinha apontando a possibilidade de novas aquisições, buscando ampliar seus negócios para concorrer com gigantes internacionais como Unilever e Procter & Gamble.

Em recente entrevista à Reuters, Bergamo revelou que via oportunidades de aquisições de empresas com marcas fortes, mas com desempenho fraco.

"Quando o mundo todo entrou em crise há um ano, nós continuamos investindo", disse Bergamo na ocasião. "Agora que as coisas estão melhorando, há alguns segmentos com potencial para crescer", acrescentou.

Segundo a Hypermarcas, o contrato definitivo de compra da Pom Pom deve ser assinado até 30 de novembro.

Do final de janeiro para cá, o valor das ações da Hypermarcas na Bovespa mais do que triplicou. Nesta quinta-feira, os papéis encerraram valendo 35,25 reais, com alta de 1,61 por cento.

Coincidentemente, a Hypermarcas estudava fazer uma emissão de dívida de 300 milhões de reais --mesmo valor do negócio com a Pom Pom. A operação, porém, foi postergada, segundo o IFR, uma publicação da Thomson Reuters.

A Hypermarcas realizou uma série de aquisições desde sua criação, entre elas a empresa de cosmésticos Niasi há cerca de 1 ano por 366 milhões de reais e a farmacêutica Farmasa em junho de 2008, com pagamento em ações.

(Por Georgia Jordan)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host