! Bolsas asiáticas recuam por temores sobre EUA; índice de Tóquio cai 2,47% - 02/10/2009 - Reuters - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

02/10/2009 - 07h54

Bolsas asiáticas recuam por temores sobre EUA; índice de Tóquio cai 2,47%

Por Susan Fenton

HONG KONG (Reuters) - As Bolsas de valores da Ásia terminaram em queda nesta sexta-feira, após dados decepcionantes do setor manufatureiro dos Estados Unidos levantarem preocupações de que a recuperação econômica do país pode não ser tão rápida como se pensava.

O dólar permaneceu firme, conforme investidores realizaram lucros em moedas que vinham subindo muito.

Investidores aguardam ansiosos a divulgação do relatório de emprego dos Estados Unidos às 9h30 (horário de Brasília), temendo mais notícias desanimadoras após o Instituto de Gestão de Fornecimento (ISM, na sigla em inglês) ter informado na véspera que a atividade manufatureira norte-americana cresceu menos que o esperado em setembro.

O índice Nikkei, de TÓQUIO, recuou 2,47 por cento, para 9.731 pontos, com as montadoras, incluindo a Toyota e a Nissan, prejudicadas por um declínio nas vendas de carros nos EUA em setembro.

Preocupações sobre os dados da economia norte-americana ofuscaram uma queda surpreendente na taxa de desemprego do Japão e ajudaram a conduzir os títulos da dívida do governo japonês para baixo.

"A queda do Nikkei está basicamente relacionada aos movimentos nos EUA, mas também existem alguns fatores negativos adicionais específicos no Japão", disse o diretor de operações da Jujiya Securities, Masayoshi Okamoto.

Um amplo conjunto de setores registrou perdas, incluindo fabricantes de equipamentos de transportes e de maquinários elétricos, bem como instituições financeiras.

As negociações ao redor da Ásia foram mais pacatas que o habitual, com os mercados da China, Índia e Coreia do Sul fechados em razão de feriados.

Às 7h52 (horário de Brasília), o índice que reúne as principais ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão MSCI caía 2,08 por cento, para 383 pontos.

Em HONG KONG houve declínio de 2,77 por cento.

Na Austrália, a bolsa de SYDNEY cedeu 2,11 por cento. As mineradoras globais BHP Billiton e Rio Tinto perderam quase 3 por cento, depois que os preços do ouro e dos metais caíram por temores sobre a fraqueza da demanda.

TAIWAN recuou 1,77 por cento e CINGAPURA se desvalorizou em 1,99 por cento.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host