! Bolsas da Europa fecham em alta com mineradoras - 08/10/2009 - Reuters - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

08/10/2009 - 13h14

Bolsas da Europa fecham em alta com mineradoras

LONDRES (Reuters) - As bolsas de valores da Europa terminaram em alta nesta quinta-feira, com as mineradoras ampliando os ganhos após os preços do ouro atingirem novas máximas e o Banco Central Europeu (BCE) decidir manter a taxa básica de juro em 1 por cento.

O grupo de alumínio norte-americano Alcoa também contribuiu com o tom otimista ao iniciar a temporada de resultados corporativos do terceiro trimestre em boa forma.

O índice FTSEurofirst 300, referência das principais ações europeias, subiu 1,12 por cento, para 999 pontos.

O indicador acumula alta de mais de 54 por cento frente à mínima recorde alcançada no começo de março, com os investidores mais confiantes nas perspectivas de recuperação econômica.

O BCE manteve a taxa básica de juro da zona do euro no recorde de baixa de 1 por cento nesta quinta-feira, conforme previsto por economistas.

"Não houve surpresa, e nenhuma razão para uma surpresa", disse Howard Wheeldon, estrategista da BGC Partners, em Londres.

"Nada mudou. Os mercados andam basicamente como antes. Mas os dados ao longo dos próximos meses podem sugerir que avançamos muito além de nós mesmos."

As mineradoras apresentaram um dos melhores desempenhos, conforme o ouro atingiu uma nova máxima recorde, motivado pela fraqueza do dólar.

Os preços de outros metais, incluindo o cobre, também subiram.

As ações da Vedanta impulsionaram o segmento, ganhando 3,9 por cento após a mineradora anunciar produção de zinco refinado e minério de ferro mais forte no segundo trimestre.

Anglo American, Antofagasta, BHP Billiton, Lonmin, Rio Tinto e Xstrata avançavam de 2,1 a 4,7 por cento.

Mais cedo, o Banco da Inglaterra manteve a taxa básica de juro do país em recorde de baixa de 0,5 por cento e anunciou a continuação do programa de compra de ativos de 175 bilhões de libras (281,2 bilhões de dólares), denominado "quantitative easing".

Os mercados acionários norte-americanos exibiam alta nesta quinta-feira, incentivados pelo resultado da Alcoa e por dados sobre o mercado de trabalho e as vendas no varejo.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 0,9 por cento, a 5.154 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX ganhou 1,34 por cento, para 5.716 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 subiu 1,34 por cento, para 3.806 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib avançou 1,07 por cento, para 23.663 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou valorização de 0,79 por cento, para 11.814 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve oscilação positiva de 1,12 por cento, a 8.745 pontos.

(Reportagem de Brian Gorman)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host