UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

08/10/2009 - 18h11

Marfrig pode levantar até R$1,5 bilhão com oferta de ações

SÃO PAULO (Reuters) - O frigorífico Marfrig poderá captar até 1,5 bilhão de reais com sua oferta primária de ações, considerando o preço dos papéis da empresa na Bovespa no encerramento desta quinta-feira. Três quartos dos recursos serão destinados ao pagamento da compra da Seara.

De acordo com prospecto atualizado encaminhado nesta quinta-feira à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a oferta envolve um lote inicial de 63.739.216 ações. Se houver demanda, o volume poderá ser acrescido de lotes suplementar e adicional de 9.560.882 e 12.747.843 papéis, respectivamente.

O período de reserva das ações no âmbito da oferta para o varejo vai de 23 a 27 de outubro, com definição do valor por papel no próximo dia 28.

O coordenador-líder da operação é o Bradesco BBI. No prospecto, o Marfrig informa que pode existir um conflito de interesse, já que o BBI faz parte do grupo Bradesco, que emitiu carta de fiança no valor de 706,2 milhões de dólares para garantir o pagamento da aquisição da processadora de aves e suínos Seara junto à gigante norte-americana Cargill.

Além do Bradesco BBI, participam da oferta o BB Investimentos, o Credit Suisse, o Itaú BBA e o Santander. Os cinco bancos de investimento deram garantia firme de liquidação das novas ações do lote inicial.

O Marfrig anunciou em 14 de setembro a compra da Seara por 706,2 milhões de dólares em dinheiro, assumindo ainda dívidas de 193,8 milhões de dólares.

Além do pagamento da Seara, o dinheiro obtido com a venda de novas ações será usado pelo Marfrig para expansão orgânica em produtos processados e para equilibrar a estrutura de capital da companhia.

(Reportagem de Cesar Bianconi)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host