UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

08/10/2009 - 13h57

Queda de receita impõe atraso em restituição do IR, diz Mantega

BRASÍLIA, 8 de outubro (Reuters) - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta quinta-feira que as restituições do Imposto de Renda da Pessoa Física serão pagas com atraso este ano por conta da queda da arrecadação.

"Faremos sim a restituição, só que demorará um pouco mais", afirmou Mantega a jornalistas ao ser questionado sobre o assunto, sem dar detalhes sobre os prazos de pagamento.

Segundo o ministro não existe uma "regra rígida" sobre o ritmo das restituições do IRPF, que seriam pautadas pelo comportamento da arrecadação.

"Estamos em um ano mais difícil, nossa arrecadação tem sido mais baixa", disse Mantega, ao justificar o que chamou de um "ajuste" nos pagamentos.

O ministro acrescentou que, se até o final do ano houver uma recuperação das receitas federais, o governo acelerará o cronograma da restituição.

O jornal "Folha de S.Paulo" publicou nesta quinta-feira que o Ministério da Fazenda havia ordenado a Receita um atraso nos pragamentos de restituições do IRPF para compensar parte da queda na arrecadação de tributos no ano.

(Reportagem de Isabel Versiani e Fernando Exman; Edição de Daniela Machado)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host