UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/10/2009 - 16h56

Situação dos mercados ainda é frágil, diz presidente do Deutsche

FRANKFURT (Reuters) - A situação da economia real e dos mercados financeiros ainda é frágil, disse nesta segunda-feira o presidente do Deutsche Bank, Joseph Ackermann.

O executivo afirmou também que espera mais inadimplência à frente nas operações de crédito e que as facilidades criadas por bancos centrais durante a crise deveriam ficar permanentemente disponíveis.

Ackermann disse que a necessidade de harmonização dos padrões contábeis tornou-se mais urgente com a crise.

Para o presidente do banco alemão, a Europa pode estar perdendo a oportunidade de consolidar o sistema bancário na região, criando grandes instituições financeiras, chance que poderá ser aproveitada pelos Estados Unidos e pela China.

Por fim, o banqueiro negou que o HSBC tenha a ambição de expandir suas operações internacionais de varejo fora de Índia e China, embora tenha classificado a Ásia como o principal alvo de expansão do banco.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host