UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/10/2009 - 16h05

Fed discutiu aumento em compras de ativos, aponta ata

WASHINGTON (Reuters) - Os formuladores de política do Federal Reserve discutiram no mês passado a importância de manter a flexibilidade para elevar ou reduzir as compras de ativos se as perspectivas para a economia mudarem, informou o Fed nesta quarta-feira.

"Com relação aos programas de compra de ativos de grande escala, alguns membros acharam que um aumento na quantidade máxima de aquisições de títulos atrelados a hipotecas (MBS na sigla em inglês) poderia ajudar a reduzir a debilidade econômica mais rapidamente do que no cenário base", apontou o Fed na ata do encontro realizado nos dias 22 e 23 de setembro.

O Fed manteve o juro básico próximo de zero depois do encontro, conforme esperado, e optou por estender seu programa de compra de dívidas hipotecárias até o final de março de 2010, após ter anunciado que o encerraria em 31 de dezembro deste ano. O banco central dos EUA manteve a quantidade total das compras inalterada, em 1,45 trilhão de dólares.

Os formuladores de política também elevaram as previsões para o crescimento nos próximos 18 meses e avaliaram que o balanço dos riscos para suas estimativas está equilibrado. Contudo, eles permanecem receosos de que a economia ainda continua frágil à medida que deixa a pior recessão em 70 anos.

"Sob essas circunstâncias, o Comitê julgou que os custos de um crescimento mais fraco que o estimado poderiam ser relativamente altos", afirmou o banco central, em referência ao Comitê de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em inglês), órgão que define a taxa básica do juro norte-americana.

O Fed está comprando dívidas atreladas a hipotecas e títulos públicos de longo prazo dos Estados Unidos como parte de esforços para estimular a atividade econômica, e deixou claro que esta medida pode ser retomada se necessária.

"Os membros discutiram a importância de manter a flexibilidade para expandir as compras de ativos caso as perspectivas econômicas se deteriorem ou reduzir as aquisições se as condições econômicas e financeiras melhorarem mais que o esperado", afirmou o Fed.

(Reportagem de Alister Bull)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host