UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/11/2009 - 12h39

Pesquisa chinesa sugere expansão industrial sustentada no país

PEQUIM (Reuters) - O enorme setor manufatureiro da China cresceu em outubro no ritmo mais acelerado dos últimos 18 meses, mostrou uma pesquisa no domingo, e economistas dizem prever que esse impulso se mantenha nos próximos meses.

O índice PMI divulgado pela Federação Chinesa de Logística e Compras subiu para 55,2 no mês passado, o nível mais alto desde abril de 2008. Em setembro, tinha chegado a 54,3.

Foi o oitavo mês consecutivo durante o qual o PMI se manteve acima da marca dos 50. O índice, que visa oferecer uma visão resumida e pontual das condições econômicas na indústria, chegou a cair para 38,8 em novembro passado, quando a crise financeira global estava no auge.

O pesquisador Zhang Liqun, do Centro de Pesquisas sobre Desenvolvimento, um instituto de pesquisas subordinado ao Conselho de Estado, o gabinete chinês, disse que o relatório indica que a economia chinesa se encontra firme no caminho da recuperação. Ele disse que os avanços nos sub-índices de importações e nos novos pedidos de exportação refletem o aumento da demanda tanto interna quanto no exterior.

"Tudo isto indica que o crescimento econômico vai se acelerar no futuro e que o índice de crescimento no quarto trimestre deve chegar a 9,5 por cento", disse ele.

O crescimento anual do PIB chinês acelerou de 7,9 por cento no segundo trimestre deste ano para 8,9 por cento no terceiro trimestre.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host