UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

03/11/2009 - 18h27

Meirelles diz que G20 deve discutir bolhas de ativos

Por Jeremy Gaunt

OXFORD (Reuters) - O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou nesta terça-feira que o G20 provavelmente discutirá em seu encontro na Escócia nesta semana maneiras de combater bolhas de ativos e outros desequilíbrios.

Meirelles disse que os países precisam se unir para encontrar maneiras de lidar com o capital especulativo.

"Há necessidade de cooperação internacional para evitar desequilíbrios e a formação de bolhas", afirmou após discusar na Universidade de Oxford. "Estou certo de que isso será uma questão para o G20."

Os mercados emergentes têm atraído quantias significativas de capital, à medida que a economia mundial se recupera da pior crise financeira em décadas, em parte por conta de maciças injeções de liquidez pelos bancos centrais ao redor do mundo.

O Brasil impôs no mês passado uma alíquota de 2 por cento de IOF sobre investimentos estrangeiros em ações e renda fixa, numa tentativa de desestimular o forte ingresso de recursos que valorizou o real.

Meirelles não comentou se a taxação desestimulará as entradas de recursos. Mas afirmou que o carry trade não é atualmente um problema para o real.

"O carry trade nesse ponto não é relevante. Mas pode se tornar em algum momento", disse.

Os fluxos de capitais para o Brasil estão atualmente direcionados principalmente para investimentos diretos e o mercado de ações, afirmou Meirelles, em vez de simplesmente para arbitragem.

Meirelles confirmou que o Banco Central está trabalhando numa revisão da legislação cambial, definida na década de 1930.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host