UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

04/11/2009 - 17h36

Empresa cria unidade para buscar gás na Amazônia

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A consultora e prestadora de serviços High Resolution Technology & Petroleum (HRT) anunciou nesta quarta-feira a criação de uma empresa para explorar e produzir petróleo e gás no país com foco na Amazônia.

A HRT Oil & Gas, que no futuro deverá lançar ações em bolsa, vai começar operando 21 blocos na bacia do Solimões, em plena Amazônia, os quais a empresa estima que possam conter de 4 a 6 bilhões de barris de óleo leve e 10 a 20 trilhões de pés cúbicos de gás natural em mais de 50 mil quilômetros quadrados.

A Petrobras, que também possui blocos na bacia do Solimões, produz atualmente 51,3 mil barris diários de óleo leve e 9,4 milhões de metros cúbicos de gás natural, sendo que o gás é reinjetado por falta de gasoduto para escoamento.

As áreas pertenciam à Petra Energia e a M&S Brasil, que venderam 51 por cento dos blocos à nova operadora. O valor no entanto não foi revelado.

De acordo com o presidente do grupo HRT, Márcio Mello, ex-Petrobras e presidente da Associação Brasileira de Geólogos de Petróleo (ABGP), a bacia do Solimões tem um grande potencial e pode ser uma das maiores provedoras de gás do país.

"O pré-sal é muito grande, mas o pessoal não coloca muita atençao nas bacias terrestres, não podemos esquecer as bacias onshore", disse Mello a jornalistas. "A Amazônia vai ser o maior produtor de gás do país, e o futuro é o gás", afirmou.

Para tocar os projetos a nova empresa, HRT Participações em Petróleo S.A., captou 275 milhões de dólares junto a 66 investidores privados no final de outubro, informou Mello, em operação coordenada pelo Banco de Montreal.

Além de Mello, que trabalhou 25 anos na Petrobras, estarão na nova companhia especialistas do setor como John Forman, Antonio Agostini, Eduardo Teixeira e Mike Vitton.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host