UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

06/11/2009 - 15h17

Brasil pode isentar IOF de estrangeiros em IPO, diz BM&FBovespa

LONDRES (Reuters) - O Brasil estuda isentar as ofertas públicas iniciais de ações (IPO, na sigla em inglês) da taxa de 2 por cento sobre a entrada de capital estrangeiro para ações e renda fixa, disse nesta sexta-feira o diretor-executivo de desenvolvimento da BM&FBovespa, Paulo Oliveira.

O Brasil começou a cobrar o tributo no mês passado para tentar conter a valorização do real. Neste ano, o dólar já acumula queda de mais de 25 por cento em relação à moeda brasileira.

"Isso (a isenção para os IPOs) ainda está em discussão", disse Oliveira em encontro com jornalistas.

Entretanto, Oliveira afirmou que o governo também procura outros meios para frear a alta do real.

"Nós estamos falando sobre a possibilidade de termos as garantias depositadas fora do Brasil, estamos discutindo a possibilidade de sermos mais liberais para que fundos de pensão locais possam comprar bônus fora do Brasil, para assim criar um fluxo de capitais a partir do Brasil."

(Reportagem de Carolyn Cohn)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host