UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

10/11/2009 - 15h31

Governo japonês prepara legislação de resgate para JAL

Por Nobuhiro Kubo e Stanley White

TÓQUIO (Reuters) - O governo do Japão está considerando uma legislação para reduzir os pagamentos a pensionistas da companhia aérea Japan Airlines e vai usar empréstimos de banco estatal para manter a empresa operando enquanto busca um quarto pacote de recuperação desde 2001.

O ministro dos Transportes, Seiji Maehara, informou que o governo apresentará a proposta de lei para corte nas pensões durante a próxima sessão regular do Parlamento, que começa em janeiro, se a companhia aérea não conseguir que os pensionistas aceitem as reduções.

Enquanto isso, o Banco de Desenvolvimento do Japão vai fornecer empréstimos-ponte para manter a empresa operando até que consiga obter financiamento de longo prazo, disse Maehara. A JAL está esperando decisão de órgão japonês de recuperação sobre uma recapitalização com recursos públicos.

"Reconhecemos que a JAL enfrentará um problema de caixa este mês", disse Maehara, em entrevista a jornalistas.

"O governo tomará medidas para assegurar que a JAL não fique sem dinheiro e para resolver a questão das pensões, que podem disparar um grande problema mesmo se a ETIC (Enterprise Turnaround Initiative Corporation of Japan) decidir apoiar a aérea", acrescentou.

A JAL é a maior companhia aérea da Ásia em receita e está rumando para o quarto prejuízo anual em cinco anos, pressionada por 15 bilhões de dólares em dívidas e custos elevados que incluem déficit de 3,7 bilhões de dólares em fundo de pensão até março.

Uma fonte no setor bancário informou que a empresa precisa de cerca de 100 bilhões de ienes (1,1 bilhão de dólares) em empréstimos-ponte para não ficar sem dinheiro este mês.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host