UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

17/11/2009 - 12h14

Ibama ainda aguarda parecer técnico para licença de Belo Monte

RIO (Reuters) - A pressão do governo não conseguiu agilizar a liberação da licença prévia para construção da usina de Belo Monte, no rio Xingu (PA), projeto que está na gaveta há mais de 20 anos e tem oposição de ambientalistas.

Com o leilão marcado para 21 de dezembro, o governo corre contra o tempo para poder viabilizar a obra que é fundamental para segurança do abastecimento de energia no país, segundo o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão.

Para que a data seja cumprida, o edital precisa sair até o próximo dia 21, ou seja, se a licença demorar, Belo Monte poderá ficar para 2010, já que leilão seria atropelado pelas festas do final de ano.

Tanto Lobão como o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, garantiram na sexta-feira passada que a licença prévia sairia na segunda-feira, dia 16, o que não ocorreu.

Segundo a assessoria do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), os técnicos ainda não entregaram os pareceres para a liberação da licença.

"Estão aprofundando a análise e nos próximos dias deve sair", disse uma assessora.

Perguntada se a licença poderia sair de forma provisória, apenas para viabilizar o leilão de Belo Monte, a assessora disse que "o presidente do Ibama pediu apreciação com rigor", e que a licença seguirá os moldes das demais concedidas.

Na segunda-feira, o ministro Lobão insistiu que a licença será concedida a tempo do leilão e que pelo menos dois consórcios estão interessados.

(Por Denise Luna)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host