UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

20/11/2009 - 20h16

Investidor teme fraqueza na recuperação e NY cai

NOVA YORK (Reuters) - As principais bolsas de valores dos Estados Unidos recuaram pelo terceiro pregão seguido nesta sexta-feira, à medida que investidores enxergaram resultados mais fracos que o esperado da fabricante de computadores Dell e da construtora D.R. Horton como mais um sinal de que a recuperação será anêmica.

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, recuou 0,14 por cento, para 10.318 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 0,50 por cento, para 2.146 pontos. O Standard & Poor's 500 perdeu 0,32 por cento, para 1.091 pontos.

Após a valorização de mais de 60 por cento do S&P 500 ante suas mínimas de fechamento em 12 anos, atingidas em 9 de março, investidores têm se tornado mais sensíveis a sinais de fraqueza na ecomomia, uma vez que buscam justificativas para os elevados preços das ações.

"Embora nos pareça que a recessão acabou, há muitos sinais de debilidade", disse Sasha Kostadinov, gerente de portfólio e analista de pesquisa da Shaker Investments, em Cleveland, Ohio. "O desemprego ainda está muito alto, muitas pessoas estão sem trabalho e isso ainda está causando um estresse significativo."

A queda de 54 por cento no lucro trimestral da Dell fechou uma difícil semana para o setor de tecnologia, que tem sido o "queridinho" do mercado desde março, à medida que investidores apostam numa forte recuperação para estimular os gastos corporativos e de consumidores. As ações da empresa despencaram 10 por cento.

Os papéis da D.R. Horton tombaram 15,4 por cento, depois de a segunda maior construtora dos EUA reportar um prejuízo em seu quarto trimestre fiscal maior que o esperado e dizer que as condições do mercado "ainda estão desafiadoras".

A preocupação com as perspectivas econômicas levaram investidores a correrem para ações defensivas, consideradas mais capazes de resistirem às incertezas da economia. Esse movimento limitou as perdas no Dow Jones.

Na semana, o Dow Jones subiu 0,5 por cento, o S&P 500 caiu 0,2 por cento, ao passo que o Nasdaq cedeu 1 por cento.

(Por Ellis Mnyandu)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host