UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

23/11/2009 - 11h05

Arrecadação de impostos sobe pela 1ª vez após 11 meses

BRASÍLIA, 23 de novembro (Reuters) - Ajudada por uma transferência de depósitos judiciais, a arrecadação federal aumentou 0,9% em outubro sobre igual mês do ano passado, a primeira alta após 11 meses.


Segundo dados divulgados nesta segunda-feira pela Receita Federal do Brasil, o governo arrecadou R$ 68,839 bilhões  em impostos e contribuições no mês passado, ante R$ 68,222 bilhões  no mesmo período de 2008.

"Cabe ressaltar que esse resultado decorreu basicamente em função de transferências de depósitos judiciais em conformidade com a MP 468/09 e a portaria MF 510/09 (R$ 5 bilhões) e pagamentos de parcelamentos de acordo com a lei 11.941/09 (R$ 776 milhões)", ponderou a Receita em nota.

Excluindo-se esses fatores pontuais, a arrecadação de outubro teria registrado uma queda inferior à média de decréscimo dos meses anteriores, segundo a Receita.

No mês passado, ao apresentar os dados fiscais do país com o pior desempenho do governo central para um mês de setembro desde o início da série, o secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, já havia indicado que a arrecadação melhoraria a partir de outubro com a transferência de depósitos judiciais que estavam na Caixa Econômica Federal.

Nos primeiros dez meses do ano, a arrecadação soma R$ 559,570 bilhões, 6,8%  abaixo dos R$ 600,620 bilhões recolhidos no mesmo período de 2008.

Os dados são corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

(Reportagem de Fernando Exman)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host