UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/11/2009 - 19h15

Petrobras acha prematuro falar de royalties no Peru

Por Teresa Céspedes

LIMA (Reuters) - A filial peruana da Petrobras informou na terça-feira que espera declarar a viabilidade comercial de um lote de gás natural na selva do país antes de negociar um contrato de royalties, como solicitou a estatal Perúpetro.

A Petrobras participa de seis lotes de hidrocarbonetos no Peru, entre eles o lote 58, vizinho às ricas jazidas de gás de Camisea, e no qual há trabalhos de prospecção.

No começo de novembro, o presidente Alan García anunciou a descoberta no lote 58 de uma reserva de gás que poderia superar 5 TCF (bilhões de pés cúbicos), embora a Petrobras tenha dito que o volume real só será conhecido nas próximas semanas.

Depois da notícia, o presidente da Perúpetro, Daniel Saba, disse que já havia conversas com a Petrobras no sentido de "iniciar uma negociação amistosa" em torno dos royalties. Ele considera que o valor atual de 5 por cento "é muito baixo", e deveria subir para 13 ou 14 por cento.

Mas o gerente-geral da Petrobras no Peru, Pedro Grijalba, disse à Reuters que "em nenhum momento estamos negociando." "O que sim conheço é o interesse da Perúpetro de tentar falar de um royalty...mas de acordo com o contrato, o royalty correspondente é de um mínimo de 5 por cento, e depois vai subindo em função da produção."

"O royalty vai depender da produção, mas nós nem sequer podemos começar a falar disso porque primeiro temos de declarar a comercialidade do lote, o que não vai ocorrer dentro de pelo menos três ou quatro anos", acrescentou.

Segundo dados oficiais, o lote vizinho ao da Petrobras, operado pela argentina Pluspetrol (o lote 88, onde se explora o gás de Camisea), paga royalties de 37,2 por cento.

O anúncio sobre o lote 58 ocorre num momento em que o governo busca garantir o abastecimento local de combustível e aplacar o temor de que o país enfrentará uma escassez nos próximos anos, quando começar a exportar gás natural.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host