UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/11/2009 - 18h33

Otimismo com EUA leva Bovespa a máxima em 17 meses

Por Aluísio Alves

SÃO PAULO (Reuters) - Com uma safra de dados econômicos animadores dos Estados Unidos a tiracolo, o investidor seguiu comprando ações na bolsa paulista, cujo principal índice atingiu nova pontuação máxima em 17 meses.

Apoiado também num movimento igualmente positivo nos mercados de commodities, o Ibovespa fechou o dia valorizado 0,89 por cento, aos 67.917 pontos. O movimento financeiro da sessão totalizou 5,91 bilhões de reais.

"O mercado prestou mais atenção nos números positivos da economia americana", disse Nicholas Barbarisi, sócio e diretor de operações da Hera Investment. "Só não impulsionou mais por causa do baixo volume financeiro", adicionou.

A confiança do consumidor e as vendas de imóveis dos EUA subiram mais que o esperado em outubro, enquanto os novos pedidos de auxílio-desemprego recuaram fortemente na semana passada, sugerindo que a recuperação econômica está ganhando força. O otimismo só não foi maior devido à queda inesperada nas encomendas de bens de consumo duráveis no país.

Na Bolsa de Nova York, o índice Dow Jones subia 0,3 por cento no fechamento da Bovespa. O dia também foi marcado por alta das commodities, como petróleo e metais, o que deu sustentação às blue chips domésticas.

A ação preferencial da Petrobras evoluiu 0,8 por cento, para 39,45 reais, enquanto a preferencial da Vale ganhou 0,6 por cento, a 43,37 reais.

Um fator interno que contribuiu para erguer o Ibovespa foi o anúncio de que o governo prorrogou o IPI reduzido para materiais de construção até o fim de junho de 2010 e alíquota zero para os principais móveis de madeira, plástico e aço, entre outros, até o fim de março.

Duratex, a maior fabricante de painéis de madeira do país, subiu 4,2 por cento, a 15,20 reais. Itaúsa, sua controladora, avançou 2,9 por cento, a 11,47 reais.

De acordo com Barbarisi, o feriado do Dia de Ação de Graças nos EUA, na quinta-feira, que paralisa negócios em Wall Street, deixará o mercado acionário doméstico com volume fraco nas duas últimas sessões da semana. Na sexta-feira, as bolsas nova-iorquinas operam em esquema de plantão.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host