UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/11/2009 - 16h36

Dólar sobe a R$1,75 atento a Dubai, em dia fraco por EUA

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO (Reuters) - A preocupação global com os planos de reestruturação da dívida de Dubai concentrou as atenções do mercado nesta quinta-feira e o dólar subiu diante do real, em uma sessão esvaziada pelo Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos.

A moeda norte-americana avançou 1,39 por cento, para 1,750 real.

Às 16h30, o índice do dólar em relação às principais moedas exibia alta de 0,75 por cento, e o euro voltava a rondar 1,50 dólar após subir fortemente no dia anterior. No Brasil, o principal índice de ações caía mais de 2 por cento.

O emirado de Dubai anunciou na noite de quarta-feira que pretende adiar o pagamento de parte da dívida bilionária de duas empresas, Dubai World e Nakheel. A notícia surpreendeu investidores, provocando um forte aumento da aversão a risco.

"É dificil falar algo nesse cenário de feriado norte-americano, mesmo que as notícias de Dubai sejam relevantes", disse o operador de uma corretora nacional, que preferiu não ser identificado.

Ele destacou o baixo volume de operações, com apenas 850 milhões de dólares no mercado interbancário e 169 mil contratos de dólar dezembro por volta das 16h.

Ainda assim, investidores mantinham a cautela com as possíveis repercussões da reestruturação da dívida de Dubai ao longo dos próximos dias.

No Brasil, a cautela do mercado internacional também se combinou com a sensibilidade mostrada nas últimas semanas com eventuais medidas cambiais a serem tomadas pelo governo.

Desde outubro, quando o Ministério da Fazenda anunciou a incidência de IOF sobre a entrada de dólares para ações e renda fixa, o mercado tem hesitado em apostar com força na baixa da moeda norte-americana, mesmo com a perspectiva de que o ingresso de capitais no país continuará vigoroso.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host