UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

22/12/2009 - 14h26

Demanda de energia deve crescer 9,4% em 2010--EPE

RIO DE JANEIRO, 22 de dezembro (Reuters) - Depois de amargar queda de 1,1 por cento no consumo de energia este ano contra o ano anterior por conta da retração da atividade econômica, o país deverá experimentar um salto de consumo em 2010 e elevar a demanda em 9,4 por cento ante 2009, informou a Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

Em nota técnica divulgada nesta terça-feira, a EPE previu que a partir de 2010 o consumo de energia no Brasil vai subir em média 5,2 por cento ao ano até 2018.

O estudo destaca que a estimativa tem como base uma projeção do crescimento do Produto Interno Bruto de 0,5 por cento este ano e de 6 por cento em 2010. De 2011 até 2018, o PIB utilizado indica alta de 5 por cento em média ao ano.

"Nesse contexto de rápida retomada da economia brasileira, espera-se um forte crescimento do consumo de eletricidade, impulsionado pela recuperação da atividade industrial no país, pelas políticas de expansão de infraestrutura em andamento e pela continuidade do processo de melhoria da renda e da qualidade de vida da população", afirmou a EPE em um comunicado.

Segundo o estudo, com o crescimento de 9,4 por cento no consumo este ano o país vai atingir 455,2 mil gigawatts-hora.

A EPE destacou o papel dos autoprodutores no sistema elétrico brasileiro, que atingirão crescimento de 8,4 por cento ao ano até 2018, quando estarão produzindo 74,4 mil GW.

A eficiência energética também contribuiria até 2018 com uma economia de 3 por cento no consumo energético, de acordo com a EPE, o que corresponderia a 21 mil GWh em 2018.

"Este número significa evitar a instalação de uma hidrelétrica de 4.500 MW (1,5 vezes a capacidade da usina de Jirau, no Rio Madeira)", informou a EPE.

De acordo com a EPE, essa economia nos próximos 8 anos evitaria a instalação de uma termelétrica a carvão que emitisse anualmente 27 milhões de toneladas de CO2, acima dos 22 milhões de toneladas de CO2 emitidos pelo sistema elétrico brasileiro em 2008.

(Por Denise Luna)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host