UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/01/2010 - 07h41

Exportações chinesas levam bolsas da Ásia a pico em 17 meses

Por Susan Fenton

HONG KONG (Reuters) - As bolsas de valores da Ásia encerraram a segunda-feira na máxima em 17 meses, reagindo a dados que mostraram uma recuperação das exportações da China, que alimentou otimismo sobre as economias da região.

As vendas externas da China saltaram 17,7 por cento em dezembro sobre igual mês de 2008, ante estimativa de analistas de alta de 4 por cento. O dado interrompe uma série de 13 meses seguidos de declínios. As importações avançaram fortes 55,9 por cento, acima do prognóstico do mercado de 31 por cento.

O dado, divulgado no domingo, fez os investidores voltarem-se para os ativos asiáticos após os dados ruins de emprego nos Estados Unidos, na sexta-feira.

Chia-Liang Lian, vice-presidente sênior da Pimco, disse que os fundamentos dos países da Ásia tornam seus ativos bastante atraentes

"Vimos como a Ásia passou de forma exitosa durante um ano ruim", disse Lian em entrevista à Reuters.

O índice MSCI que reúne bolsas da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão atingiu seu maior patamar desde julho de 2008 nesta sessão, em alta de 1,2 por cento, a 432,45 pontos.

A bolsa de TÓQUIO esteve fechada devido a feriado.

O índice acionário de SYDNEY ganhou 0,78 por cento, a 4.950 pontos, máxima em 15 meses. Os dados chineses impulsionaram papeis ligados a matérias-primas, que se beneficiam da demanda daquele país.

"As pessoas estão gradualmente ficando mais confortáveis com o cenário de recuperação. Vimos dados razoavelmente bons da China e não há nenhum desastre, nenhum outro (caso como) Dubai", afirmou Greg Goodsell, estrategista de ações do RBS Australia.

Ações relacionadas a matérias-primas também foram o destaque em HONG KONG, onde a bolsa teve alta de 0,51 por cento, a 22.411 pontos.

A Aluminum Corp of China (Chalco), maior empresa de alumínio do país, saltou 5 por cento. O mercado de XANGAI avançou 0,52 por cento, para 3.212 pontos.

Em TAIWAN, houve ganho de 0,52 por cento, para 8.323 pontos e em CINGAPURA, a alta foi de 0,37 por cento, para 2.933 pontos.

Por outro lado, em SEUL, a bolsa teve variação negativa de 0,07 por cento, para 1.694 pontos.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host