UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/01/2010 - 08h49

AB InBev negocia fim do bloqueio de produção com sindicato

BRUXELAS, 14 de janeiro (Reuters) - A Anheuser-Busch InBev, maior cervejaria do mundo, prepara-se para negociar nesta quinta-feira com líderes do sindicato em uma tentativa de encerrar a paralisação em suas cervejarias belgas, que já dura uma semana.

Funcionários das cervejarias de Leuven e Jupille começaram a bloquear as entradas das fábricas depois que a empresa anunciou que planeja cortar 263 cargos entre seus 2.700 funcionários na última semana.

A unidade belga da empresa disse na quinta-feira que produção e entregas estavam sendo atrasadas e que pode ter que suspender temporariamente parte do pessoal como resultado da ação dos funcionários.

A InBev belga disse que teria encontros com representantes da área administrativa e operária por meio de mediadores.

Um representante do sindicato disse à Reuters que os sindicatos estão somente dispostos a retormar o diálogo se o plano de demissões for abolido.

A AB InBEv, que fabrica Budweiser, Stella Artois e Becks's, afirmou que pode reduzir cerca de 10 por cento de sua força de trabalho de 8.000 funcionários na Europa Ocidental devido à queda nos mercados cervejeiros.

A companhia vendeu 5,6 por cento menos de suas cervejas na região nos primeiro nove meses de 2009, parte de uma tendência de queda exacerbada pela crise econômica.

(Reportagem de Philip Blenkinsop)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host